domingo, 28 de março de 2010

PINGO A PINGO PINGA O TEMPO... E A CADA SEGUNDO MUDA O MUNDO...


Pingo a pingo
Pinga o tempo
Pinga o pingo
De Segunda
Ao segundo
Até Domingo.
O pingo inunda
Pingo a pingo
Enche o Mundo
E pingando
Salpicando
Pingo a pingo 
Pinga a pinga
Pinga o pingo
E salpica
A alma 
De quem fica
Pingo a pingo
Pinga a pinga
Pinga o pingo
Leva o tempo
E deixa a dica
Que eu sigo
E que diz
Que o tempo
Devia ondular 
Como o trigo...
Para mais tempo
Eu poder estar 
... Contigo!
Pingo a pingo
Pinga o pingo
De Segunda
Até Domingo!

Porque mudou a hora mas nada mais mudou...

21 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. 
Nem tão longe e nem tão perto. 
Na medida mais precisa que eu puder. 
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida, 
Da maneira mais discreta que eu souber. 
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. 
Sem forçar tua vontade. 
Sem falar, quando for hora de calar. 
E sem calar, quando for hora de falar. 
Nem ausente, nem presente por demais. 
Simplesmente, calmamente, ser-te paz. 
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender! 
E por isso eu te suplico paciência. 
Vou encher este teu rosto de lembranças, 
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Fernando Pessoa

Um domingo de paz e amor junto aos seus!
abraço

direitinho disse...

Bom dia
Este poema é maravilhoso e não se fica com pingo a pingo.
É o tempo a ondular quando estamos juntos com todos os pingos, pingos a cair e a secar

Justine disse...

Muito bom, SA! Fartei-me de saltitar e cantarolar, enquanto te lia e via passar o tempo...:))
Abraços

Joana disse...

Ao ler o poema conseguia ouvir os pingos a pingar. Gostei do ritmo e do som do poema.

Beijinhos

Ezul disse...

Aproveita, então, cada gotinha de tempo. Bebe-as com sofreguidão!
Um beijinho.
:)

Graça disse...

"o tempo/devia ondular/como o trigo..."___________exacto!!!!


Um beijo para o teu domingo.

[gostei deste poema...]

© Piedade Araújo Sol disse...

pingo a pingo entra no ouvido e apetece cantoralar.

boa semana!

um beij

pin gente disse...

gosto de lenga-lengas, de pingos, de chuva... e gosto desta mudança na hora (da outra não).

beijo

Jorge disse...

Gosto dos sofás de 2 lugares. Bonita cor.
Sentei-me enquanto pingava o seu maravilhoso poema, vagueei e ondulei pelo infinito e, quando dei por mim, já não pingava mais...
Até breve.

lino disse...

Muito bonito.
Abraço

Bichodeconta disse...

Alex é imperdoável !Ando afastada daqui e quando volto é que vejo o que estou a perder.Um abraço, Ell.Poema lindo, paragmático..Que é feito de ti amigo?Os numeros de telé desapareceram como que por magia.. Um abraço..

Secreta disse...

Há coisas que tardam a mudar, por mais que queiramos o contrário! :)

Mar Arável disse...

Passo a passo

se faz o caminho

Silvana Nunes .'. disse...

Nossa, tanto pingo. Lembrei daquelas torturas em cadeias (rs).
Passando para dar uma espiada nas novidades e para me desculpar da ausência - estou sem computador, dependendo de lanhouse, coisa que detesto fazer.
Então, já preparou a sua pegadinha? O dia 1º de abril está chegando.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Beijo grande.
Saudações Educacionais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

chapeu de sol amarelo disse...

muda a hora ou muda o ano, mas a vida é sempre igual!

Maria João disse...

E desse pingo que pinga, pingo a pingo que é o tempo... do pouco que se faz tanto e mesmo sem darmos conta, um dia olhamos a margem, de um rio que se formou, com o pingo pingo que pingando, em nós foi tempo que passou.

Um beijinho muito grande

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro amigo, belo post...Espectacular....
Um abraço

Ana disse...

Olá!
Muito bonito, para variar;)
E agora é o pingo no nariz!! Os pingos perseguem-me;)!!
Mas adoro ter luz até mais tarde, e ainda vou gostar mais quando voltar a ajustar os meus horários, porque pode ter sido só uma hora mas afecta-me!!;)
Beijinhos

continuando assim... disse...

Depois duma ausência...de alguns dias , já lá está um novo capítulo da história de Alice.

Faltam dois...para um final duma história interminável , uma história de esperança, uma história sem fim ... :)


mais à frente, lá para o último capítulo, estou com vontade de vos lançar um desafio .

beijos
teresa

Marta disse...

Com um sorriso nos lábios...
Quase a dançar com o vaivém do trigo, do vento, do mar...
Mesmo com chuva, num sorriso...
Beijos e abraços
Marta

CarlaSofia disse...

O tempo é psicológico. As grandes mudanças ocorrem fora do tempo.
Deixo um beijinho*
~universosquestionáveis~