sábado, 18 de junho de 2011

JOSÉ SARAMAGO E PILAR DEL RIO VOLTARAM A ESTAR JUNTOS

José e Pilar em 2008 - a história do mundo,
dos homens e das mulheres faz-se dos grandes amores,
faz-se com pedacinhos de vida, com cumplicidade,
com fidelidade, com amizade e com partilha!
São eles (os grandes amores) que, mais que montanhas,
movem serras, pessoas e países.
A história de José e Pilar é com certeza uma das histórias
mais fortes e mais bonitas de um grande Amor!


Um ano sobre
a sua morte,
as cinzas de
José Saramago
foram depositadas
no local
onde ele pediu:
na terra da oliveira
que o viu crescer.
Lídia Jorge
apresentou
a cerimónia
que se realizou
hoje frente
ao edifício da
Fundação Saramago,
Casa dos Bicos,
em Lisboa.






9 comentários:

CF disse...

Um amor que se basta em si mesmo...apesar da morte!
Só não sei se o (Saramago) merecemos...
Abraço Alex

Marta disse...

Poucos há quem conhecem um amor assim...
Boas fotos...
Beijos e abraços
Marta

Evanir disse...

Uma feliz Domingo beijos ternos em seu coração,,Evanir

AnaMar (pseudónimo) disse...

Há pessoas que nunca morrem....penas se ausentam :-))

Ana disse...

uma história linda e inspiradora:)
Saramago foi um grande homem com uma grande personalidade.
beijinhos

Luís Coelho disse...

E continuamos a ter presentes os seus livros e o seu pensamento que não morreu nem precisa da sombra de uma oliveira.

Maria João disse...

Quem vive uma verdadeira história de amor, nunca precisará de explicá-la, nunca se interrogará sobre o princípio ou o fim, porque ele não existe. Quem vive uma verdadeirea história de amor, vivê-la-á eternamente.

Ora aqui está um exemplo. Um terno e comovente exemplo!!

Ezul disse...

Eu acredito que eles têm estado sempre juntos!
:)

Dulce B. disse...

são poucos os que conhecem um amor assim...
Belissimas fotos.
Bj