quarta-feira, 21 de setembro de 2011

CHEGOU O OUTONO, CHEGOU O OUTONO


Chegou o Outono
chegou o Outono
do castanho é dono
em doses que tais
e quando menciono
que chegou o Outono
é porque os trigais
agora ao abandono
já não são o abono
dos prados reais
pois chegou o Outono
em forma de trono
e então os vinhais
que foram o patrono
dos campos feudais
agora não são mais
que folhas caídas
às mãos do Outono
de seco vestidas
tal e qual sinais
que velam o sono
e temperam os sais!


Nas fotos: castanhas e castanheiros em Serralves

11 comentários:

CF disse...

Bonitas fotos...e bonitas palavras! gosto das cores outonais, mas preferia continuar no verão interminantemente! lol
Já começo a ter frio...grgr
abraço

O Puma disse...

Que chovam relãmpagos

Ana disse...

e eu que adoro castanhas:) e adoro o Outono

Luís Coelho disse...

Um poema ao Outono que nos faz amar mais esta estação pelos prazeres que nos oferece e pelas alegrias das colheitas, pelas cores e sabores dos trigais e das vindimas.

elvira carvalho disse...

Não sou fã do Outono, época maléfica para certos problemas de saúde, mas as fotos estão esplêndidas.
Um abraço

Dulce B. disse...

hum...belas fotos e belas castanhas...e como adoro o cheirinho das castanhas assadas nas ruas de Lisboa!!!
bj.

Se eu pudesse... disse...

O melhor do outuno... as castanhas :)

Diário de um Anjo disse...

São fotos de castanheiros bravos, cujas castanhas não são comestíveis, aliás até venenosas.
Também adoro o Outono!:)

Virgínia do Carmo disse...

Que poema tão musical! E as fotos estão fantásticas.

Beijinhos, Alexandre

Justine disse...

Belíssimas as fotos, encantadoras as palavras, insubstituível a canção. Grande trio!

Marta disse...

Perfeito....
Rima com perfeito e nada mais há a dizer a não ser que o outono é perfeitamente aceitável quando visto desta maneira....
Boas Fotos....
Beijos e abraços
Marta