domingo, 28 de fevereiro de 2016

ILUMINANDO A NOITE...















Ilumina-me a noite
com infinitas luzes
se houver quem s' afoite
por onde conduzes
o teu nocturno brilho
então eu seguirei 
sempre neste trilho
em direcção à luz
e comigo levarei 
melodia que compus 
para te entregar 
ao ver a noite cair 
e o teu olhar brilhar.



1 comentário:

Vieira Calado disse...

Até ficava bem para mim!
O que eu mais gosto é da noite!

Saudações poéticas!