sábado, 17 de julho de 2010

A CAMINHO DAS FÉRIAS... SEJA LÁ COMO FOR!

Se eu mandasse, mandava toda a gente de férias para o Algarve, e pagava-lhes as portagens e o gasóleo - sim, porque português que se preze tem um carro a gasóleo. Os que não quisessem ir para o Algarve, pagava-lhes as entradas para os festivais de Verão, e abria uma linha de crédito muito favorável para o consumo de cerveja - atenção, só se bebessem pela garrafa, parece que se tornou piroso beber pelo copo!!! - e para o consumo de... bem, outras coisas! Os que ainda não quisessem ir a estes sítios convidava-os para inaugurações de exposições gigantescas em Lisboa com comes e - especialmente - bebes à borla!

Se eu mandasse, faria uma linha de crédito acessível para que todos pudessem comprar motas e ir às concentrações de motards. Únicas exigências: não andarem a menos de 200 km/h (é uma vergonha andar a menos que isso!) e beber cerveja até cair para o lado.

E se eu mandasse a sério, abriria um Tarrafal - na Trafaria ou no Tramagal - para quem tivesse a ousadia e a desfaçatez de falar em trabalho. Aliás, aboliria a palavra 'trabalho' do dicionário e do Acordo Ortográfico. E obrigaria os sindicatos a mudar os slogans nas manifestações para: "Férias sim, trabalho não!"

Acesso norte à Ponte Vasco da Gama hoje às 18 horas numa foto feita pelo Sofá Amarelo quando ia a caminho de Lisboa: mais de metade do país ia em fila em direcção ao sul, poucos ficaram para trabalhar, mas que importa isso... desde que fique eu e quem me lê para trabalhar, já chega!


15 comentários:

Marta disse...

Só tu para me fazeres rir, Alex...
Principalmente quando tenho que esperar mais umas semanas pelas minhas férias....
Sabe lá Deus como - se é desta vez que venho sem dinheiro e com a carta para o Desemprego...
Como não preciso de ir para a Algarve para apanhar Sol, Vila do Conde, Espinho ou Povóa também são lugares interessantes.
Beijos
Marta

Luís Coelho disse...

Um texto com graciosidade e alguma malícia.
As férias ainda assim, são uma coisa boa, na vida de algumas pessoas.
Outros nem pão têm para matar a fome, e estes, são mais que muitos.
É para estes que Sócrates olha na hora de lançar novos impostos, mais idade para a reforma e muitas portagens para pagar. É principalmente a estes que que lhes falam com o coração nas mãos para caçar votos. São estes que não têm nada que lhes dão a MAIORIA...?

Justine disse...

Pois eu, após leitura do teu post, ficarei no centro, muito sossegadinha:)))
(quanto ao teu novo afilhado felino, eu acho que ele tem cara de Barnabé...)
Boas férias!

São disse...

rrss rrss

Este país, que é o nosso, está cheio de contradições...

Foi bom ouvir Adamo: fez-me mais nova muitos anos...pelo menos, durante três minutos, rrss

Bom domingo.

Joana disse...

Eu não estou de férias e continuo cá para te ler :P

Beijinhos

Ezul disse...

Livra!!!Que susto! Para férias dessas, antes não as ter!Ah, mas uma cervejita não dispenso, pode ser só uma imperial mas...
Até é bom que deixem Lisboa mais calma, é que tenciono aproveitar as férias para passear por alguns dos recantos maravilhosos da nossa capital.
Estive a observá-lo e cheguei à conclusão que o bichano tem focinho de Tico.É isso, sugiro que se chame Tico.
:)
Bom Domingo!

Virgínia do Carmo disse...

Pois.... excelentes medidas! :) Resolvíamos a crise definitivamente!

Beijinhos

Maria João disse...

Que as férias são um tempo de descanso, merecido e necessário para quem trabalha o ano inteiro, é uma verdade incontestável. Mas sempre haverá quem procure, nas férias, ganhar mais uns tostões, porque a vida não está para graças e aquilo com que se compra a comidinha, anda longe de alguns (muito)bolsos.
Por falar em bolsos, desengane-se quem pensa que, vão recheados os bolsos de todos os que na fila, se preparam para ir de férias. As férias, passaram de necessidade a palco de competição, nesta feira de vaidades em que vivemos. Por isso, mesmo que não haja dinheiro e seja necessário andar a comer apenas caldo verde o resto do ano, as férias têm de ser passadas onde todos os outros passam. Sim, porque ninguém é menos do que ninguém e a qualidade de vida tem de ser igual para todos. É piroso ser-se pobre… pois é. Mas a maioria é para a pirosice que caminha. Oxalá eu me engane!
Beijinhos e…
se não for ; Boas férias, que seja ; Bom trabalho!

uminuto disse...

assim anda o país...em férias e sem grandes hipóteses de regresso.
Eu como por cá ando, vou-me deliciando com a ironia de textos como o teu
um beijo...e boas férias quando elas chegarem

lino disse...

Para mim, acabaram-se.
Abraço

Maria João disse...

Voltei, por causa do bichano....

Calimero era o nome que lhe dava agora. Pela ternura.
Jack é o nome que proponho... não sei porquê, mas acho que fica bem a um gato.

Beijinho

Lia disse...

Sofá ,

hehehe,desculpa, tenho que me rir com o teu post.. :0)
faço minhas as palavras de Luís Coelho "Um texto com graciosidade e alguma malícia...":0)

olha ,eu fui á concentração, como já fazemos alguns anos - mas só vai quem tem paixão pelas 2 rodas
:0)

se tivesses ido á concentração de motards ( e não era preciso ires a 200km /h ,( 120km/h a 180 km/h ) ou tivesses bebido uma cervejinha entre amigos( mas beber sem cair para o lado, claro ) tenho a certeza que estavas de baterias carregadas para mais um tempinho:0D


Beijokas sorrisos e raios de Sol*

argumentonio disse...

é a crise...!

;_)))

ps - experimenta passear em Lisboa pela 24 de Julho à noite (quer dizer até à 08:00H) e terás mais alguns exemplos da grave crise económica que leva uns quantos a exigirem alteração de mais de metade da Constituição...

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Se for caso disso BOAS FÉRIAS!!

Abraço

De Amor e de Terra disse...

Olá Alex, bom dia Amigo.
Obrigada pela visita lá em casa.
Fico feliz por ver que continuas com Amor e Humor...
Disse alguém que já não lembro (coisas da idade), que cada Velho
que parte é uma Enciclopédia que se perde; daí a minha alegria em ver o teu Amor e a tua Devoção para com estas duas belas Anciãs, sejam elas tuas familiares ou não.
Ah é verdade,o novo afilhado já tem nome?
Bjs.
Maria Mamede