quinta-feira, 16 de julho de 2009

O QUE DIRÃO OS TÍTULOS DOS JORNAIS NOS PRÓXIMOS TEMPOS SOBRE A GRIPE A?

"Já se contam 150 casos de gripe A em Portugal"
"O número 1000 de casos de gripe A foi atingido"
"100 novos casos de gripe A por dia em Portugal"
"Hospitais e Centros de Saúde com dificuldade em suster aumento brutal do surto de gripe A"
" Primeiros casos mortais de gripe A em Portugal"
"250 novos casos de gripe A por dia"
Escolas e serviços encerrados pelo Governo"
"Passageiros de comboio retidos vários dias por causa da gripe A"
"Média de 1000 novos casos por dia"
"Empresas fecham portas"
"Centro Comercial de quarentena vira hospital"
"Faltam medicamentos para combater a gripe A"
"Profissionais de saúde exaustos por causa da afluência de contagiados com gripe A"
"Activados hospitais de campanha"
"Hospital fecha por falta de médicos"
"10.000 novos casos por dia de gripe A"
"Bombeiros contratados para hospitais"
"50.000 novos casos por dia provocam caos absoluto nas escolas transformadas em hospitais"
"Transportes páram por falta de trabalhadores ao serviço"
"Escasseiam produtos de primeira necessidade nos hipermercados"
"Pode não haver dinheiro para baixas médicas"
"Gripe A atinge Governo e Assembleia da República"
"Metade das escolas fechadas"
"100.000 novos casos por dia"
"Estação de TV suspende emissões por falta de profissionais"
"Criminalidade aumenta 100%"
"Escuteiros chamados a manter a ordem pública por falta de polícias em condições de saúde"
"Campeonato de futebol suspenso por tempo indeterminado"
"Todas as salas de cinema, teatro e outros espectáculos fechadas indefinidamente"
"Metro parado por falta de passageiros"
"Jornal feito por estafetas porque jornalistas estão de quarentena"
"Metade da população portuguesa com gripe A"
"Cidades desertas, as pessoas debandaram para o interior!"
"A partir de amanhã não haverão mais notícias 
porque não há quem as redija!"



11 comentários:

marey51@hotmail.com disse...

Gostei desta tua visão...Jinhos!!!

Patrícia disse...

Este post é muito interessante, primeiro aspecto. Uma das situações que acontece frequentemente é o pânico com qualquer tipo de vírus. Se mantermos os cuidados de higiene como lavar as mãos, colocar a mão à frente da boca quando espirramos ou tossimos, não é caso para alarme. E a ideia de levar para casa tudo o que sejam medicamentos para curar a gripe, mesmo quando não há qualquer tipo de sintoma é uma parvoíce, se me permitem a expressão.
Tal como aconteceu no México, houve um período com vários casos, todos os dias eram transportadas muitas pessoas para o hospital com a gripe A mas a coisa amainou.
Em portugal será a mesma coisa. E espero bem que continue a haver pessoas a redigir as notícias.

Patrícia=)

Pepper disse...

Interessante!

Se bem que parece que toda a gente está com medo.

Beijinhos

Sonia Schmorantz disse...

Aqui também estamos convivendo com a gripe A, mas me parece que além dos males de qualquer doença, há qualquer coisa que a faz parecer maior do que é, para depois aparecer os milagres da bondade politica em sanar o problema...
beijos, lindo final de semana

mulher disse...

Olá.
Espero que seja exagero teu; hheeheh muito sinceramente, tb estou alerta mas, com esperança que não bata á porta de todos.
Mas está bem observado o que escreveste.Bom fim d semana.

t i a g o disse...

Adorei ler este post, e ri-me bastante ao fazê-lo. Por um lado está escrito de forma cómica, por outro realça aquilo que se tem vindo a assistir: tanto alarido por uma nova gripe!

Excelente sátira... essas frases davam um daqueles livros pequenos e ilustrados - uma frase por página, com respectiva ilustração. E vendia bem!

tulipa disse...

OLÁ AMIGO ALEXANDRE

Venho agradecer a tua visita ao meu blogue e dizer-te que vou estar mais 2 semanas de "quarentena", a coisa está feia e complicada...cá para o meu lado.

Adorei ler este post, e ri-me bastante ao fazê-lo.
TENS MUITA IMAGINAÇÃO...

Peço desculpas da minha longa ausência.

Aqui a "JE" através do meu blog "Momentos Perfeitos" resolveu dar-te 2 "Miminhos".
Aceitas?
Espero que sim.
Vem buscá-los.
TU MERECES.

Bom Domingo.
Óptima semana.
Beijokinhas.

Bichodeconta disse...

Visão assustadoura mas real. Se juntares a esta tua magnifica recolha o facto de a gripe se desenvolver com o frio ´de Portugal prever que terá as vacinas disponiveis em Janeiro, se acrescentarmos que as vacinas encomendadas ´~ao para 30% dos Portugueses , tens o cocktail completo..Chamen a arca de Noé.. Beijinhos miudo.. Tenho saudades , bom domingo..AMANHÃ PROVA DE ATLETISMO NA marginal junto a Oeiras.. 10hs da manhã..

Je Vois la Vie en Vert disse...

Que bom, umas férias políticas !

Beijinhos

Verdinha

Diário de um Anjo disse...

Acho que existe um alarmismo desmesurado por uma estirpe de um virus que já existe há muito e que provoca muito mais mortes todos os anos: a gripe comum. No entanto, nunca houve tanto alarmismo acerca do assunto. Parece-me uma certa fome de noticia pelos meios de comunicação social que gera um alarmismo desmesurado. Sabemos que devemos ter cuidados e fica por ai. Não há mais nada a fazer e não é preciso andar sempre a falar no assunto. Parece que andam a contar à unidade para fazer estastitica quando a maioria dos casos detectados em portugal já estão curados e voltaram a fazer as suas vidas com normalidade. Temo sinceramente pelo o Outono porque como é muito dificil distinguir esta gripe das outras todos assim que tiver um espirro correm às urgências e ai vai ser o caos.
Beijinhos

argumentonio disse...

pois muito bem gizado, coisa de espírito jornalistico!

considerando uma taxa, plausível, de 7%, para calcular a expansão da propagação da gripe A, no final de Agosto atingiremos os 100 novos casos por dia, situação em o Ministério da Saúde deixará de fazer relatórios diários

talvez isso diminua um bocadinho as fontes do recorta&cola de muito do nosso jornalismo e haverá certamente menos títulos ou pelo menos tão assiduamente

só por graça (e abusando da estatística...) com a mesma taxa toda a população portguesa teria engripAdo durante o mês de Dezembro, ou seja, antes do fim do ano

na realidade, até agora os nossos casos têm sido basicamente trazidos de países de maior incidência mas com o regresso de férias dos turistas nacionais e com o advento da época de férias por certo passaremos rapidamente à fase de contágio endógeno, ou seja, já seremos em número suficiente para nos engripArmos uns aos outros em depender das migrações turísticas - o que fará acelerar os casos de contágio

a seguir, por Setembro e Outubro, virão as humidades outonais e a coisa agrava...

enfim, contaremos sempre com as barreiras e imunidades que felizmente arruinarão a reputação das empresas de sondagem da gripe A, tal como já se verificou na propaganda eleitoral ampliada pelas pressão dos media!

oxalá tudo vá dar em nada!!

é caso para dizer: santinho!!!

;->>>