domingo, 25 de abril de 2010

AS PORTAS QUE ABRIL ABRIU ESTAO AGORA SEMI-FECHADAS!

Bom, sou suspeito mas para mim esta foi a melhor foto
das 500 que fiz hoje na Av. da Liberdade em Lisboa

Em 1º plano: "pensava que isto era de plástico 
mas parece que não... tem folhas, e tudo!" 
Em 2º plano: quem não tem uma rosa para oferecer, 
oferece um cravo.

"Sou o Spiderman do 25 de Abril!"
"Não sei o que é isto que me deram para as mãos!"

"Olhem só o meu estilo a tirar fotos e a segurar os cravos de Abril"

O repórter da TVI ganhou o dia quando conseguiu entrevistar Louçã.
Fernando Nobre em (quase) plena campanha presidencial.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _


Ary dos Santos dizia que 'ninguém há-de fechar as portas que Abril abriu', mas a verdade é que muitos dos políticos que têm mandado no país desde essa altura não têm tido outra coisa em mira senão fechar de vez essas portas... por isso muita gente lembra-se que hoje é feriado, que está um tempo bom para ir para a praia, mas já se esqueceram da revolução de há 36 anos... pelo menos que as portas que Abril abriu continuem entreabertas...
Nas fotos: Fausto ontem à noite num concerto à beira-Tejo 
e fogo-de-artifício na noite de 24 para 25 de Abril


12 comentários:

Meg disse...

Sofá Amarelo,

Deixámos de ter políticos... temos aprendizes de feiticeiro.

Um cravo para ti

Joana disse...

Não percebo porque razão músicos como o Fausto, Zeca Afonso, Sérgio Godinho, Paulo de Carvalho, entre outros, não passam nas rádios. É que nem no dia 25 de abril as suas músicas se ouvem. Infelizmente...

Beijinhos

uminuto disse...

portas semi-fechadas
sonhos semi-desfeitos
que resta das promessas de Abril no Portugal de hoje?
um beijo meu

Jorge disse...

Oportuno texto e imagens evocativos do 25 de Abril, que tudo mudou.
A porta está a ficar realmente estreita; tudo mudou e se transformou. Éramos um país rico com muitos pobres, agora somos um país pobre com muitos ricos e muita desigual dade social.
Os políticos deviam olhar menos para o seu umbigo e interesses partidários, contibuindo mais para a resolução dos problemas de Portugal - é assim que o "país" se chama.
Um abraço.
Jorge

Maria João disse...

Alexandre

Haveria tanto para dizer, sobre as portas que Abril abriu e que hoje se encontram quase fechadas... Outros valores foram, ao longo dos anos, falando mais alto que o canto do Zeca ou o poema de Ary...
e a memória, meu amigo, não é tão forte assim no coração de muitos. Quero conservar o sonho e acreditar que quem não esqueceu como era o nosso país antes de Abril, manterá as portas entreabertas, até à exautão.

Um beijinho pendurado num cravo!

lino disse...

Faz muita falta um novo Martim Moniz.
Abraço

Graça disse...

Gostei das fotos :). Pode ser que os miúdos abram algumas portas.


Beijo de carinho e boa semana.

mulher disse...

Bom dia!
Parabéns, boas fotos.
Bjinhos

São disse...

As portas sé se fecharão se nós deixarmos!!

E eu quero-as bem abertas!

Boa semana.

Mar Arável disse...

Um dia

de novo

seremos crianças

sempre em Abril

continuando assim... disse...

'ninguém há-de fechar as portas que Abril abriu'

como dizia o Ary...

basta querermos , e parece que poucos querem .
Viva a Liberdade

bj
teresa

Ezul disse...

Pois é, este é um título que corresponde a uma verdade inquietante. Nenhuma porta se fecharia se as pessoas soubessem ver, pensar, ser... As portas estão semi-fechadas mas ainda acredito que, enquanto nos comovermos com Abril, este nunca se perderá!
:)