sábado, 3 de abril de 2010

A PRIMAVERA A CAMINHO DO ALENTEJO... MAS LENTAMENTE... COMO É PRÓPRIO DAQUELE MUNDO...



Devagar, devagarinho, a Primavera vai a caminho do Alentejo. O verde abunda, as flores ainda espreguiçam prestes a florir, as andorinhas espreitam uma a uma e os campos vão misturando a palete de cores com realce para o vermelho, o violeta, o amarelo... mas para saborear o Alentejo é preciso lá ir... olhar, sentir, tocar, respirar Alentejo, mas depois... deixar tudo como está!



22 comentários:

Mulher disse...

Alentejo da minha alma!
Lindoooo!
Boa Páscoa, bjinhos.

Joana disse...

Muito bonitas as fotos. Parabéns!
:)

Beijinhos e boa páscoa.

Ezul disse...

Que lindas imagens e que lindo poema! E que extraordinário vermelho, bem mais intenso que o dos campos do Ciborro. A Primavera demora a pintar os campos, só o amarelo impera e as estevas, mas estas, só as encontro em abundância nas encostas de Monsaraz.
Um Páscoa Feliz!
:)

Ana disse...

Olá!
Lindas fotos, por aqui o cenário é praticamente o mesmo das tuas fotos, não ficassem as Mouriscas a uns Kilómetrozitos do Alentejo;)
Beijinhos e boa páscoa

flordeliz disse...

Dá vontade de arrumar a "trouxa" e partir em direcção a esses campos tentadores.
Adorei!
dida(flordeliz)

tulipa disse...

OLÁ AMIGO

HOJE convido-te para o 2º aniversário do meu blog "Deabrilemdiante".

Coincide com o Dia de Páscoa em que venho deixar os votos de uma Páscoa Feliz.

Páscoa significa renascimento, renascer.
Estive internada e ainda estou em convalescença, mas...
quero sempre acreditar
"que a vida é um eterno ressurgir".

Beijos iluminados de Sol.

Maria Valadas disse...

Olá amigo,

É assim que amo também o nosso Alentejo... e é assim que vejo os campos cobertos de flores silvestres. Belas fotografias que mostram a beleza contida neste nosso pequeno mundo.

Desejo de UMA EXCELENTE PÁSCOA.

Beijo.

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
Que belo post, poema e fotos lindíssmos.
Como estou sem computador, aproveito para filar o notebook de minha filha, já que ela está por aqui hohe.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... aproveita para para desejar à você e toda sua família, uma FELIZ PÁSCOA.
Beijo grande.
Saudações Educacionais !

Rosa Carioca disse...

Sinto-me muito bem no Alentejo.
Um sentimento de liberdade, de amplidão, de cordialidade, de naturalidade... E as cores e os sabores... maravilhosos!

lino disse...

Bonito poema, lindas imagens. É pena que não haja searas.
Abraço

Mar Arável disse...

ALENTEJO

sempre

Abraço

continuando assim... disse...

estamos perto do final... se final houver.
o capítulo 18, é o último capítulo do livro
quem já leu o "Continuando assim...", sabe como termina o livro.
A todos vocês que têm andado por aqui pacientemente , lanço o desafio prometido .
Antes de publicar o último capítulo , gostava que me dissessem como gostariam de terminar esta história de Alice e André.
Podem publicar os "vossos finais" nos comentários ou mandar directamente para o mail
queirozteresam@gmail.com
Irei postar aqui todos os finais possíveis , todos os "vossos finais" :)
Estou quase certa que algum de vós encontra o final perfeito.
está lançado o desafio, para já espero as vossas respostas
um grande beijo a todos !!

Teresa

CarlaSofia disse...

Sim, de facto, belíssima paisagem. O Alentejo por esta altura do ano e depois de tanta chuva, está tão verdinho. Um jardim imenso.
beijinhos*
~universosquestionáveis~

Marta disse...

Que inspiração, Alex...
Poemas bonitas e fotos maravilhosas...
Beijos e abraços
Marta

Paula Raposo disse...

É verdade! Adoro o Alentejo!
Beijos.

Justine disse...

Queserenidade me transmitem estas terras!
As tuas fotos estão um primor:)))

Maria João disse...

O Alentejo, provoca-me sempre a minha sensibilidade. Essa sensação unica de poder absorver cada estação do ano através da vida, das fragâncias e dos silêncios que giram à nossa volta. Devagar, muito devagarinho... a unica velocidade dos sentidos...

As fotos são simplesmente fantásticas!!!

Beijinho

pin gente disse...

o alentejo é particularmente bonito na páscoa. imagino que, como tudo, este ano o amarelo (da paisagem) se tenha atrasado.

um beijo
luísa

argumentonio disse...

bela perspectiva, a de cantar ao Alentejo lá onde a floração vai despontando a anunciada estação do ressurgir

mas a Primavera chegou na hora exacta, vigiada na porta equinocial dos Almendres

como noutros lugares antigos, onde ritos antigos confirmavam os ciclos naturais em alinhamentos geométricos, geodésicos e astronómicos, os antigos habitantes do Alentejo desde cedo buscaram harmonizar-se com a natureza, porventura à procura de si próprios

oxalá a ciência e a tecnologia nos tragam, mais do que distantes galáxias, o aprofundamento e a concretização da procura de harmonia entre os humanos, entre os seres, entre todos os elementos da Mãe Natureza

em cada Primavera, em cada coração, em cada verso

;_)))

Maria, Simplesmente disse...

Sabes o que te digo?... É lá que eu gostava de viver.
Bj
Maria

Jaime A. disse...

Este é também o "meu Alentejo".
Muito obrigado.

Graça disse...

Adoro o Alentejo... a minha mãe é de Moura.

Belas fotos.


Beijo meu.