terça-feira, 20 de abril de 2010

MELHOR QUE A LIBERDADE DE PODER DIZER É A LIBERDADE DE PODER SENTIR

A Liberdade está essencialmente no olhar
e não tanto nas palavras

14 comentários:

Joana disse...

A liberdade de poder sentir é reenergizante para a nossa alma...

Gostei muito das frases. Especialmente do título.

Beijocas

lino disse...

Às vezes é bom poder dizer.
Abraço

pin gente disse...

"... como ela somos livres..."


beijo

Helena Paixão disse...

Nunca tinha pensado nisto e... concordo contigo, a felicidade está em sentir sem restrições. A verbalização desse sentir até se pode tornar desnecessária.

Beijos

Graça disse...

A Liberdade está também aí... no olhar. Gostei imenso das fotos!


Um beijo de carinho.

Marta disse...

E sentir-se acompanhado, mesmo que à 1ª vista se pareça estar só...
Belos pensamentos e belas fotos..
Bom dia, Alex
Beijos e abraços
Marta

Maria Clarinda disse...

Liberdde...lindas as fotos e, as palavras.

tulipa disse...

OBRIGADO PELA PARTILHA de tão belas imagens e de doces e queridas palavras, como já me habituaste.

AMO O MAR
Era em busca de um outro mar que eu ia, mas...a erupção de um vulcão a 14 de Abril no Sul da Islândia provocou um caos sem precedentes em diversos aeroportos europeus, que estiveram encerrados durante vários dias, e perdas históricas para as companhias aéreas.
Que a situação era demasiado séria jamais duvidei, mas que se prolongasse por tantos dias é que não pensava.
Eu nunca imaginei que um vulcão na Islândia poderia ameaçar meus planos de viagem.
Pretendo contar isto no meu último post:
dia 19 foi o dia do meu aniversário e, como é habitual faço umas férias nesta época, para recarregar baterias, bem que estou a precisar.
As cinzas expelidas pelo vulcão Eyjafjallajoekull, na Islândia, forçaram o fecho do espaço aéreo britânico e irlandês também na segunda-feira – dia 19, mas havia sempre a esperança que na 3ª feira as coisas fossem regressando ao normal calmamente…e, estava sempre a actualizar o recebimento de notícias através do site da companhia aérea – nada previa o que aconteceu - quando na madrugada de 3ª feira, eram 3h da manhã, eu no computador, mais uma vez acedo ao site e coloco o nº do meu voo e está lá bem explicito – on time – partida à hora marcada; dirijo-me para o aeroporto na boa, sempre com pensamento positivo para seguir para Dublin, na Irlanda e curtir uns dias de férias culturais.
Mas...
as férias não aconteceram e estou "triste"!!!

Mar Arável disse...

Ainda bem que escreveu

tão bem

por imagens e palavras

Abraço

Rosa Carioca disse...

Liberdade é ser livre para se fazer o que se deve... (não é de minha autoria, mas...infelizmente...não lembro quem disse)

Maria João disse...

Nunca nínguem será capaz, de nos aprisionar os sentidos, são só nossos e definem o Ser livre que somos, a nossa unicidade. Por isso, também nunca nínguem saberá, o que realmente sentimos, porque só nós o conhecemos e só nós o dominamos.

O que sentirão as gaivotas quando voam?

Um Beijinho

Isabel-F. disse...

"A liberdade de poder sentir"...

sem dúvida.

belas fotos

beijinhos

Lia disse...

E não fosse a Liberdade o oxigênio da Alma !:0)

Bonitas fotos!

Um beijo

Maria, Simplesmente disse...

Liberdade!...
Uma das palavras mais belas e nem sempre bem interpretada!
Para a sentir em pleno temos que a conhecer e compreender até onde pode ir, para não colidir com a liberdade dos outros.
Abraço
Maria