segunda-feira, 10 de maio de 2010

MAIS MISTÉRIOS DA SERRA DA ARRÁBIDA...

Pode parecer outra coisa mas não é mais que uma gota numa 
estalactite numa gruta secreta e mágica na Serra da Arrábida!

Estou aí algures recortado no contra-luz na entrada da 
gruta secreta e mágica - vejam lá se me descobrem!? 
Se não me descobrirem também não perdem grande coisa, hehe!

Cada um busca e guarda os tesouros que o Mar traz... seja em forma de conchas frágeis douradas ou prateadas, seja através de pedras que o tempo - muito tempo - esculpiu e encheu de energia... assim, as mãos tecem contornos que as ondas desenharam...


Azuis, verdes e castanhos mesclam-se 
no interior da gruta secreta e mágica...

Em dias de temporal a espuma das ondas salpica 
os sentidos dos que se abeiram do precipício...

E há um olho em forma de gota que observa os movimentos 
das almas dos que se atrevem a devassar os domínios alheios...



21 comentários:

Jorge disse...

Fotos de grande mérito.
O "explorador" encantado pelos matizes da "gruta secreta", estava debaixo de olho, quer da gota de estalactite, que do olho em forma de gota.
Um abraço.
Jorge

Joana disse...

Deve ter sido um dia em cheio. Também quero!...
Amei as fotos e está última está maravilhosa. Vou guarda-la para mim. :P

Beijinhos

Maria, Simplesmente disse...

Belas imagens, Alex!
Sintra está no mapa... é só seguires a estrada que lá indica e depois... deixares o carro e andar a pé...
Tens muito para ver.
Bj
Maria

Ezul disse...

Extraordinárias fotos! Extraordinário ambiente criado pelas imagens e pelas palavras!
:)

argumentonio disse...

mágica será mas até para quem não acredita em sírios e milagres, como o da lenda da salvação dos perseguidos que em tempos idos se refugiaram na gruta da Lapa de Santa Margarida, o local tem virtualidades de excepção, como a afugentar todos os medos e mesmo a solidão, numa intensidade que se entranha no âmago do ser, nas profundas da memória e nas veias que alimentam o filme de uma incrível história de iluminação e passagem a um estado outro de consciência em que se encontra a alma e a graça de uma vida a nascer em luz

e depois, isto mesmo sabe quem tenha mergulhado nas frescas águas de remoinho que assustam e revivificam sem nada a provar, sem troca e sem promessa, mas ainda assim aceitando a condição de vivente humilde perante a incomensurável grandeza e beleza da criação

imagine-se, ainda, uma noite sem sono e repleta de sonho, em pura vigília e alerta, a mente desperta a todo o som a ecoar nas incertas paredes de pedra, sob a serra Mãe, num alarido de gaivotas, andorinhas e morcegos, do ribombar gedeónico das ondas que se apaga no clamor da respiração dos poros e no ritmo cardíaco a ecoar sobre o Universo, então inteiro e completo...

;_)))

O Puma disse...

Sempre belo

Ainda bem que o papa

não vem estragar

direitinho disse...

A natureza é maravilhosa.
Muitas vezes pisamos pedras e grutas cheias de beleza pura.

São disse...

A Arrábida - tão amada por Sebastião da gama - é fascinante, sim.

Adoro atravessá-la de Setúbal para Sesimbra e há tanto tempo que o não faço...

Também me agradam imenso os Scorpions: oxalá soprem mesmo ventos de mudança!

Um semana boa.

Pedrasnuas disse...

BELAS FOTOS ...MUITO BONITAS ...
O MAR...AI O MAR GUARDA TANTOS MISTÉRIOS...TÃO PROFUNDAMENTE...QUE FICARMOS COM UMAS CONCHAS É ROUBAR A MINÚSCULA PARTE DESSES SEGREDOS...

BEIJO DE ESPUMA

A Luz A Sombra disse...

Falas no meu poste "Eis aqui o cordeiro de Deus..."

Para mim esta frase é a bondade de Deus... do Deus que nós mesmos criamos e ao qual nos agarramos, para nos inspirarmos no nosso desejo de sermos melhores o que nem sempre conseguimos, como Jesus não conseguiu, quando usou o chicote para expulsar os vendilhões do templo, o que gostaríamos também de poder fazer.
Nós somos como ele... uma parte de cordeiros... outra de lobos furiosos.
Gostei que aparecesses.
A Luz A Sombra

A Luz A Sombra disse...

Pietá...:
Mais uma vez aqui tens razão... Pietá a que nunca ouviu do "Filho" a palavra "MÃE" mas sim mulher.
Ela reune tudo o que no mundo é bom e mau, tem dentro de si todos os sentimentos que a humanidade pode sentir.
Tanto bem como o mal e tanto pode ser bendita como maldita, nela tudo se encontra, do mais puro ao mais vil sentimento todos a acusam.
O homem não...!
Como mulher, nenhum homem lhe perdoa o esforço que a maior parte das vezes faz para a ignorar, e mais ainda ter sedido à tentação e necessidade de pensar nela.
Mas os tempos vão mudando... e talvez um dia ela seja redimida de tudo isso.
Pietá... a Mulher...!
Cuida-te
A Luz A Sombra

GarçaReal disse...

Gostei imenso destas fotos....O interior de uma gruta é sempre sinónimo de beleza....

Cá fora, ver-te....bem , só mesmo no quase indecifrável contorno.

Bjgrande do lago

Lou Albergaria disse...

Suas fotos são tão belas quanto seus versos...

Estou encantada!

Quando criança, li um livro que se chamava: O SOFÁ AMARELO. Por isso cheguei até aqui. Esse livro foi marcante em minha infância.
Escolheu muito bem o nome de seu blog.
PARABÉNS!!! Por sua inteligência, sensibilidade e Arte...mas, sobretudo, por sua generosidade em compartilhar toda essa grandeza conosco.

SUPER BEIJO A TODOS E A VOCÊ, EM ESPECIAL!!!

Diário de um Anjo disse...

Acreditas que nunca lá fui:-s

lino disse...

Grandes imagens!
Abraço

SimplesmenteAna disse...

Olá Alex :-)

Que sítio e que fotos tão bonitas, duma beleza pura, rara e misteriosa.
Como descobriste este encanto na Arrábida?
A parceria entre estas imagens e as palavras são um tónico para quem lê e vê.
Agradeço a partilha porque através dos teus olhos pude estar nesta gruta.
Há dias em que nos faz falta uma gruta sossegada, cristalina, que permite o mais puro encontro entre a nossa alma e a natureza.
Ah... e para completar tudo isto esta belíssima canção dos Scorpions.
Que Bons "Wind of Change" cheguem para todos nós.

Uma boa semana.
Beijinhos ;-)
SimplesmenteAna

Bichodeconta disse...

Bem, vou repetir-me.Cada vez que não passo, fico com pena do que perco..Parabéns, Magnificas fotos de um lugar encantado..Também quero.. Que é feito de ti amigo?Deixo um abraço, Ell

escarlate.due disse...

estas imagens estão um espectáculo mas também no sitio que é não admira nada :)

Nilson Barcelli disse...

Magníficas fotos.
Ainda te vou roubar alguma, mas se o fizer aviso-te.
Bom resto de semana.
Abraço.

turbolenta disse...

SEi que és um fervoroso caminhante por sítios desconhecidos dessa serra.Só assim consegues descobrir sítios tão interessantes como os que nos retratas,E o olho da última foto parece mesmo estar a olhar para quem te visita.

flordeliz disse...

Olá a porta estava aberta e entrei.
Um pouco tímida confesso, mas...
Fui-me aventurando. Fui passeando o olhar pelo Alentejo, habituei-me à penumbra das grutas e encontrei o olho observador de almas.
Gostei do que vi e li. Gostei do olhar atento e informador do que diz e do que se reserva a não dizer.
Parabéns e um bom feriado.
Dida=flordeliz