quinta-feira, 26 de março de 2009

NÃO É UMA QUESTÃO DE VÍRGULAS MAS QUASE!

A cumplicidade entre ambos cresceu de tal maneira que os sms matinais passaram a fazer parte dos hábitos de cada um: todos os dias pela manhã um deles se antecipava e enviava um sms a desejar um bom dia de trabalho, boa viagem, boa entrevista, bom fim-de-semana... apesar de estarem longe um do outro e de se encontrarem poucas vezes, sabiam da rotina diária um do outro. E gostavam disso!

Os sms terminavam invariavelmente com 'beijinhos', 'beijocas' ou 'beijos muitos'... Assim se passaram semanas, meses... até que um dia o sms dele, embora chegando à hora habitual, trazia um conteúdo algo diferente! Ela ouviu o sinal de chegada de mensagem, correu para o telemóvel como sempre fazia, abriu a mensagem, começou a ler com a mesma ansiedade de todos os dias mas... ao chegar ao fim da mensagem ficou destroçada... voltou atrás com o cursor e leu de novo mas chegou à mesma conclusão: aquela mensagem era diferente das dos outros dias, ela nem queria acreditar, a magia parecia ter se dissipado por entre as pequenas teclas do telemóvel...

Ela passou a manhã toda cabisbaixa, entristecida, sem reacção para nada, sem vontade de tomar iniciativas... então, como era habitual, à hora de almoço ele telefonou! Parecia entusiasmado como sempre por ouvir a voz dela mas percebeu que alguma coisa não estava bem. Ficou preocupado, inquiriu-a sobre se havia algum problema, ela tinha a voz desfeita, conseguiu articular apenas algumas sílabas que, bom, eu vou traduzir que é para não alongar demasiado esta croniqueta senão ninguém lê: por causa da restrição daqueles 160 caracteres de texto nos sms que alguns telemóveis ainda têm, ele escreveu mas quando chegou ao fim não havia epaço para escrever 'beijocas' ou 'beijinhos', então escreveu 'bjs'! Mas sensível como ela era interpretou a abreviatura dos beijos como um desinteresse da parte dele.

Portanto, meus amigos e amigas, em caso de dúvida é melhor abreviar noutras palavras mas nunca nos 'beijos'. Até breve... vou ali abreviar umas palavras no sms que estava a escrever para não correr riscos...

11 comentários:

girassol disse...

Abrviar, nnca no essncial! Aliás, em sms's nstas crcnstâncias, crre-se o txto na expcttiva do fim, p sntir o mimo k ali stá rsrvado, ou k se spera.

Um Beijo de Feliz Dia
Girassol

Sofá Amarelo disse...

Girassol,

o teu comentário está divinal, coo se costuma dizer - não podia estar melhor, heheeh!

Muitos beijinhos... sem abreviaturas!!!

Maria, Simplesmente disse...

Dantes eram as atitudes pessoais... hoje são as mensagens do telemóvel. Como fazer?... Façam como eu, só gosto de conversa e não de sms.
Nada substitui a voz.
Bjs
Maria

Marta disse...

Não gosto de SMS...Respondo aos que me mando, mas tento não abreviar....
Paga-se o mesmo e é muito mais interessante ler "vou tomar café contigo hoje" do que uma série de abreviaturas...
Beijos e abraços
Marta

Filoxera disse...

Vai, antes que se perca o essencial.
Beijos (por extenso).

SimplesmenteAna disse...

Querido Alex:

Hehehehe! Só tu para me fazeres rir a esta hora na pausa que estou a fazer no trabalho... esse sim eu abreviava, mas não me deixam!
Quando o que se sente é bom não se abrevia e até gostariamos que se prolongasse mais.
Eu gosto de sms, considero-o como uma boa forma de comunicar.
Agora abraços e beijos esses não se abreviam... multiplicam-se!

Bom (quase) fim-de-semana :-)

Beijos, Beijocas, Beijinhos
SimplesmenteAna

BlueVelvet disse...

Delicioso texto.
E tens toda a razão.
Beijos abreviados jamais.
Beijinhos por extenso, amigo

rui disse...

boas tardes......estive a comentar um blog que é seu seguidor e meu ..
e tive curiosidade de ver este Sofa Amarelo...... entrei..... mas nao me sentei logo...näo! nem o podia fazer ....ninguem me mandou sentar.
Mas aos poucos foi ficando cansado de ler coisas bonitas por aqui...
E vai dai...sentei-me sim ....
e descansei.... até ao momento de comentar outro blog........
mas quero-lhe dizer... obrigada por
me ter deixado ficar ai asentado num sofa tao bonito e limpo.
voltarei... tenho a certeza
Bom fim de semana
Um beijo
Rui

escarlate.due disse...

acho que ela tem toda a razão!!! abreviar beijos???? oh rapaz, abreviar conversa é normal, abreviar caminho dá jeito, abreviar textos ainda vá, agora... abreviar beijos??????!!!! nunca!!! os beijos querem-se completos!! :)

pin gente disse...

realmente os beijos não podem ser abreviados... os equívocos são terríveis. geram-se....

um abraço (sem equívocos)
luísa

argumentonio disse...

os adeptos da comunicação não desdenham sms, é uma via, é mais uma via!

há-os mais ferrenhos e especializados em abreviar a todo o pano, criam linguagens, inventam palavras (in)decifráveis e recorrem a letras singulares, elipses e eclipses que o tempo não dá para mais e nem é tanto uma questão de espaço e no caso dos beijos, como nos pássaros, antes um abreviado que dois a voar!!

e depois há aquelas situações em que o poder de síntese é relativizado face a valor maior do fino recorte literário mesmo em ecran minimal, as palavras todas, pa-la-vri-nhas, em expressão completa ou quase e assim é porque tanto há a dizer e tanto fica sempre por dizer, de modo que abeirando-se a conversa para os lados dos tais 160 caracteres há então que recorrer a abreviações ou mesmo revisões desde início a poupar vírgulas, a evitar espaços, algumas palavras sempre estava a espaço mais, artigos primeiros a saltar, uma letrita ali ou aqui pode bem tresmalhar-se e aliás o c3rbro sbe rslvr mtas stuaçõs quando o assunto é descodificar e compreender sinais e eis senão quando outras realidades importa enfrentar e uma delas é a dos beijos, os propriamente ditos, que umas vezes se querem mesmo é abreviados e outras por mais extensos não bastam...

;->>>