terça-feira, 10 de março de 2009

PASSAM HOJE 50 ANOS SOBRE A SAÍDA DE DALAI LAMA DO TIBETE


Se há sítio que eu gostava de visitar era o Tibete (clicar). E possivelmente até ficaria por lá, quem sabe! Há magia naquelas montanhas, há mistério naquelas construções, há fascínio naqueles caminhos de pedra, respira-se um ar único na Terra, tanto a nível físico como a nível da mente! Não que me tornasse budista, isso era pouco provável, mas se um dia eu desaparecer já sabem onde me encontrar...

... e, enquanto não tenho uns Himalaias para mim, vou ali para a Arrábida fazer umas caminhadas: também por ali há mistério, fascínio e caminhos de pedra. Até já!!!



11 comentários:

Ana Mafalda disse...

Apesar da invasão chinesa que tem destruído dia após dia, um testemunho milenar, há encanto naquelas gentes e são umas montanhas que gostaria de sentir. Enquanto a probabilidade não aparece aproveito as visitas da "Montanha" a Portugal, oportunidade única de ouvir os ensinamentos segundo um ponto de vista budista que te digo, de grande simplicidade:
"A felicidade não está no cimo da montanha, mas no caminho até lá chegar"
14º Dalai Lama.

Anónimo disse...

Apesar da invasão chinesa que tem destruído um testemunho milenar, há magia na filosofia daquelas gentes e são umas montanhas que gostaria de sentir. Enquanto a probabilidade não aparece aproveito as visitas da "Montanha" a Portugal, oportunidade única de ouvir os ensinamentos segundo um ponto de vista budista que te digo, de grande simplicidade:
"A felicidade não está no cimo da montanha, mas no caminho até lá chegar"
14º Dalai Lama.

mulher disse...

Também a mim o Tibete fascina.
(O tecto do mundo).Concordo que a Arrábida tem o seu fascinio e muito encanto.
boas caminhadas.

Menina do Rio disse...

Também eu adoraria conhecer o Tibet, mergulhar em seus mistérios e magias.

Um beijo pra ti Alex

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro amigo, belas fotografias...Espectacular....
Um abraço

escarlate.due disse...

já somos dois!!!
era o sítio onde eu mais gostava de ir
e Dalai Lama é referência para qualquer um, não é?!

beijinhosss

Ezul disse...

Cada um de nós terá o seu "Tibete" - uma paz interior - longo e árduo percurso de montanha a fazer ao longo da vida.
Boa caminhada!
:)

Maria, Simplesmente disse...

Havia magia, podes crer que havia.
Mas não sei se reparaste no que eu escrevi sobre José Megre, a reportagem da viagem que fizeram ao Tibete, que a RTP exibiu e eu gravei para ver quando me apetece.
Digo-te que quando estou nervosa gosto de a ver. Fico calma.
Tal como tu a magia daquelas montanhas era uma atracção para mim, só que hoje o que lá verias, já não seria a antiga Lhasa, mas a Lhasa chinesa, com uma espectacular vista para os Himalaias.
Os chineses transformaram tudo o que era deles. Hoje o mosteiro está vazio e é muito bonito, serve só para o turismo e não para o que foi concebido.
É muito interessante a reportagem, porque desde a India a Lhasa, é um espectáculo. Até passamos pela Bollywood onde estão em filmagens.
E a música popular de Lhasa tocou-me muito.
Há uma frase na canção que eles cantam que eu achei duma grande profundidade: "Todos os caminhos se esquecem depois de percorridos, excepto o do regresso a casa..."
Beijoca
Maria

P.S. - Desculpa este comentário tão grande...!

Maria, Simplesmente disse...

So mais uma achega, sobre o Tibete e o budismo e esta foi-me dita por alguém que é budista: O budismo não é uma religião é um estado de alma.
Para mim admiro os conceitos deles, sobre a vida e sobre a morte.
Maria

Sight Xperience disse...

O Tibete a par do Butão devem ser provávelmente paraísos....de extase!...
Embora saiba que junto das grandes montanhas a pressão turistica tenha transformado os campos base em lixeiras...

Partilho de do comentário da Ana Mafalda. "A felicidade não está no cimo da montanha, mas no caminho até lá chegar"

Mas temos que olhar bem...para além da montanha...porque nestes paraísos, específicamente no Tibete, o terror vive-se dia a dia!

Gostei deste sofá! Acho que volto mais vezes...

BlueVelvet disse...

É um país que me fascina.
E tudo o que a ele diz respeito.
Como sabes o meu cão é de lá e já tive o privilégio de ouvir o Dalai Lama.
Também bebo os seus ensinamentos.
Pena que não possamos lá ir.
Quem sabe um dia...
Beijinhos