domingo, 14 de junho de 2009

QUANDO OS QUILÓMETROS SÃO MEROS CENTÍMETROS NO MAPA!

Dantes não era assim, mas agora basta falarem-me em algo que à partida me agrade para eu dizer "já devíamos lá estar". Desta vez falaram-me em 'tapas' num local genuíno e eu nem perguntei onde era... Acabei por ir desaguar a Pontevedra, norte de Espanha, e bons ventos sopraram de lá; quanto a casamentos isso é outra história... por ora fiquei-me mesmo só pelas 'tapas'...


Achei curiosa esta associação de ideias de um vizinho do grande escritor e poeta galego Valle-Inclan (clicar)

11 comentários:

margusta disse...

Amigo Alexandre...desculpa..mas hoje passo nesmo só para um beijinho!
Boa noite amigo e uma boa semana!

Ana Serrano disse...

És um grande aventureiro!
Pelas fotos parece ser um sitio espectacular!! E conhecer novos locais e pessoas é sempre muito bom;)
Beijo

Justine disse...

Ah o pulpo a la galega!Ah os poetas e Rosalia! Ah Fisterra e toda a água...
Galiza, nossa irmã!

GarçaReal disse...

Por acaso em tempos estive em Pontevedra mas só de passagem....

Belo esse espirito de aventura

Bjgrande do lago

turbolenta disse...

Uma cidade muito linda!
Gosto bastante de todo o NOrte de ESPANHA.OS galegos são hospitaleiros e esforçam-se por tratar bem os portugueses, ao contrário das gentes do sul.
Há 2 anos que não passo para esses lados e fiquei cheia de saudades. O que faz umas belas fotos!
boa semana

Ah.... e para passear contem comigo!
Eu não digo: eu vou eu digo já vou a caminho e depressa|

Leonor disse...

ah, mas para isso é mesmo preciso vontade!!! (mas as fotos indicam que foi uma opção em cheio...)

Boa semana!

Filoxera disse...

Tu e o verbo IR...
Beijos, bons passeios.

Entre "linhas" disse...

Meu amigo sempre em rodagem,sem paragens...e eu por tera do Alentejo...

Beijocas Zita

elvira carvalho disse...

Bonita reportagem.
Amigo preciso de uma foto da praça do comercio antiga. Tem alguma que me possa ceder?
Não encontrei na net e eu só tenho da actualidade.
Um abraço e o meu mail é
elviracarvalho328@gmail.com

argumentonio disse...

verdadeiro peregrino, à beira de Santiago, até encontras monumentalidade e espiritualidade no pulpo a la galega, decerto muito bem acompanhado!

acresce a felicidade de teres comentadores que correspondem a altíssimo nível como é o caso, entre outros, da evocação da Rosalía de Castro - a que modestamente mas não por acaso acrescento a doçura melancólica do Amancio Prada e, já agora, presto homenagem aos "Trabalhos e paixões de Benito Prada", do nosso bom galego e mui saudoso Fernando Assis Pacheco !!

e lembro o galego que mora em Portugal e pediu asilo político ao Estado português, por se considerar perseguido: é republicano e bate-se pela oficialização da língua portuguesa na ... Galiza!!!

;->>>

Papoila disse...

Sempre de máquina pronta o meu amigo Alex mostrando estas maravilhas.

Um Beijo
Boa Semana
BF