domingo, 16 de agosto de 2009

QUE PERFEITO CORAÇÃO NO MEU PEITO BATERIA...

O 'Amália Hoje' em boa hora recuperou este tema de Alexandre O'Neill (poema) e Alain Oulman (música), mas ninguém diz que o primeiro a interpretar esta canção foi Carlos do Carmo, secundado depois por Paulo de Carvalho. Amália deu-lhe aquele toque tão pessoal e, curiosamente, a minha avó Amélia - que ficou à beira de uma carreira de fadista - interpretava este tema exactamente com a mesma entoação com que os 'Amália Hoje' cantam! Coincidências ou não, a verdade é que até eu (sozinho, no banho, e sem ninguém no prédio!) cantarolava o 'Gaivota' do mesmo jeito que a minha avó Amélia! Os vizinhos ainda fizeram um abaixo-assinado, mudei de casa, andei clandestino mas sobrevivi para ouvir estas interpretações divinais do séc. XXI de uma 'Gaivota' que já não esmorece nem cai no mar... E vocês, o que é que cantarolam no banho?







17 comentários:

Diário de um Anjo disse...

Gosto apenas da gaivota...
beijos

Ezul disse...

Lisboa é uma cidade lindíssima, não me canso de admirar a imagem que nos surge, quando atravessamos a ponte. Diziam-me, na última vez que por aí passei, que todas as cidades com rio têm esse encanto. E eu acrescento que todas as cidades que se enchem de gaivotas são de uma beleza que só vozes muitos especiais conseguem cantar.
Esta nova interpretação de "Gaivota" fascinou-me desde o primeiro momento. Nos últimos dias de aulas passei os intervalos a cantarolá-la baixinho. Poís, curiosamente, não me lembro de ter cantado alguma vez no duche. Mas vou cantando baixinho pelas ruas e, sobretudo, quando faço alguns trabalhos burocráticos. É uma terapia que recomendo. Enquanto se pensa nos poemas e nas melodias, não há espaço para pensamentos negativos.
Uma semana radiosa e cheia de gaivotas!
:)

abigale disse...

gosto do blog

Ana Sofia disse...

Tenho o cd e apenas tinha ouvido a música da gaivota, é lindíssima a roupagem nova que lhe deram! O incrivel é que ouvi o disco todo e é fantástico, do inicio ao fim!
Beijo

Um Poema disse...

....

Amália foi única.

Obrigado pela visita.

Um abraço

Papoila disse...

Gosto de todo o Album.

Obrigada pelo teu carinho Alex...
Ando distante mas vou voltar ...

Beijinho
BF

Luis F disse...

Gostei de conhecer este espaço e nele navegar com encanto...

Parabéns

Luis

Justine disse...

Eu cá sou mais Billy Holliday, mas moro numa ilha deserta:))

Marta disse...

Tenho este video no meu blog, porque gosto muito da canção...
Outra maneira de cantar a mesma canção, torna-se bastante interessante...
Beijos e abraços
Marta

rouxinol de Bernardim disse...

Boas férias e continuação de bom serviço. o blog está cinco estrelas...

Vieira Calado disse...

Tudo muito bonito!

cumprimentos meus

Violeta disse...

muito bonita esta letra.
bjs

Lia disse...

Interessante este teu post!
Esta música está realmente linda!Sempre que a oiço fico arrepiada!
Tudo muito perfeito!!!:0)
Beijocas* cheias de S-o-l.

mariam disse...

Sofá Amarelo,

Boa noite!
Por aqui tenho andado a 'passear'... continuas imparável! Fotografias fabulosas e palavras não menos :)
Já tinha saudades :)

Um grande abraço e o meu sorriso amigo :)
mariam

Carlos Albuquerque disse...

O que cantarolo no banho? Desde jovem uma canção contra a guerra cuja letra me marcou: Le Deserteur de Boris Vian.
Um abraço!

Maria, Simplesmente disse...

Como eu gosto desta gaivota no céu de Lisboa!... Nem tu podes imaginar!...
Bj
Maria

Bichodeconta disse...

Amo Lisboa com o Tejo a seus pés.Os bairros e vielas, as escadinhas da Mouraria a Alfama, o Castelo, (como na cançaõ)No castelo ponho um cotovelo, Em Alfama descanso o olhar.........Adorei ouvir as duas versóes cantadas com duas magnificas vozes embora em tons e ritmos diferentes.Há muitos anos eu cantava esta e outras cançoes e fados até alta madrugada para satisfação pessoal da minha tia Luisinha.. Em paz esteja a sua alma e se aparecer alguém a dizer que não era eu que cantava, que era outra pessoa, sem stres.Diz que sim.. Beijinhos miudo, por onde andas?