segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

E SE ACONTECESSE EM PORTUGAL UM SISMO IDÊNTICO AO DO HAITI?


Será que estaríamos preparados para as consequências?
É impossível PREVER... mas é possível PRECAVER!
O Meu Sofá Amarelo dá umas dicas de prevenção em caso de tremores de terra. Não é que aconteça algum sismo, mas se acontecer...

- Tenha sempre o depósito de combustível do carro o mais cheio possível.
- Carregue todas as noites as baterias dos telemóveis.
- Muna-se de 2 ou 3 lanternas boas e, juntamente com pilhas para elas, espalhe-as pela casa, em locais de fácil acesso e onde todos os de casa saibam localizar.
- Tenha sempre algum dinheiro em casa.
- Viva num apartamento ou numa moradia evite ter os quartos e as salas muito cheias de móveis, em especial no meio dos compartimentos.

- Evite ter móveis altos perto das camas e dos sofás.
- Evite ter espelhos muito grandes nos quartos de dormir.
- Se tem lareira e se a costuma acender tenha sempre um balde com água perto do fogo - em caso de tremor-de-terra é de toda a conveniência que não haja lenha a arder.
- Quando trocar de mesas em casa compre uma bem robusta, se possível em madeira - as mesas são um bom refúgio em caso de sismo.
- Se vive em prédios utilize o elevador o menos possível. O mesmo nos locais de trabalho.
- Combine com os seus vizinhos e façam um levantamento do número de pessoas (e dentro destas, de crianças) e de animais domésticos (cães, gatos e outros) que existam no prédio - entregue essa relação nos bombeiros mais próximos.
- Tenha sempre um bom suprimento de víveres em casa, em especial água, leite, sumos, leite em pó, conservas, bolachas, cereais, chocolates, marmelada embalada, sal, açúcar... e não os guarde só na despensa: distribua-os por 2 ou 3 locais da casa, se possível longe uns dos outros - na garagem não terão muita utilidade em caso de necessidade imediata.
- Compre bolachas e chocolates de elevadas calorias - encontra estes produtos nas lojas de desporto.
- Tenha roupa confortável, cobertores e toalhas turcas sempre à mão.
- Faça duas reuniões por ano com todas as pessoas da casa e falem abertamente na eventualidade de acontecer algum sismo, incêndio ou outra catástrofe, enumerando aquilo que podem e devem fazer, estando em casa ou fora dela.

Bom, e muitos outros conselhos se podem adoptar... o problema é que só nos lembramos da sua necessidade e da sua utilidade nos momentos em que as coisas acontecem! Mas, pronto, não vale a pena estar a alarmar: não vai acontecer nada... mas se acontecer... não digam que eu não preveni!!!

9 comentários:

Patrícia disse...

Acho que não estaríamos minimamente preparados. Nem que houvesse equipamentos de alta tecnologia, comida, água... As pessoas entrariam imediatamente em pânico e quando tal acontece, é muito difícil passar do caos à racionalidade. E é compreensível.

Beijinhos=)
Patrícia

CarlaSofia disse...

Olá, na minha opinião julgo que não temos as equipas necessárias para responder de forma eficaz a uma catástrofe de tal dimensão. Mas não devemos esquecer que estamos pertíssimo de uma placa tectónica, sujeitos a um sismo de grande intensidade. Acho que seria caótico e no entanto é muito provável de acontecer...
beijocas*
~universosquestionáveis~

João Videira Santos disse...

Quem te avisa, teu amigo é...e o seguro morreu de velho!

Ezul disse...

Bons conselhos! Eu só acrescentaria as latitas de comida para cão e para gato. Ah, e a alpista para o pássaro!
:)

Maria João disse...

Alguns destes conselhos, confesso que não me lembraria. Mas é como dizes... muitas vezes, apenas perante as dificuldades, nos damos conta do que realmente faz falta ou é prevenível.

Um beijinho

Laurita disse...

Olá amiga, são conselhos que não é para deitar fora, mas a maior parte das coisas ninguém se lembraria. Obrigada pelo conselho. Beijos

Secreta disse...

Prevenir é sempre um bom principio!
Beijito :)

lino disse...

Não estamos preparados nem nenhuma cidade antiga o está. Obrigado pelas dicas, pela visita à minha "tasca" e pelo comentário.
Abraço

Bichodeconta disse...

Honestamente acho que nenhum País ou Povo está preparado para tamanha catástrofe.Tanto quanto possível as pessoas devem manter a serenidade e com os concelhos atrás descritos será mais fácil..A protecção civil dá dicas muito interessantes.Mas preparados não estaremos nunca. Não por sermos menos do que os outros, mas porque ninguém consegue preparar-se para tamanha devastidão.Beijinho, Ell