segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

"ÍDOLOS" DA SIC: A ESCRAVATURA E A HUMILHAÇÃO EM NOME DE UM SONHO!

Dos concorrentes d'os "Ídolos" poucos serão os que chegarão ao estrelato. Se calhar só um lá chegará. Provavelmente... nenhum! No entanto, semana após semana, os jovens concorrentes continuam a dar audiências à SIC, a preencher os serões de Domingo da televisão de Carnaxide, a dar dinheiro aos produtores através das chamadas telefónicas de valor acrescentado, e tudo isto à custa de... um sonho... ou de sonhos!
Os jovens 'Idolos' - que se calhar nunca chegarão a sê-lo - prejudicam os seus estudos, adiam a sua vida pessoal e profissional em troca de uma cenoura que lhes é acenada mas nunca entregue! Não seria mais justo para todos resolver a contenda num grande espectáculo, e pronto!? Depois da humilhação a que muitos jovens se sujeitaram, vem a escravatura e a ditadura dos sonhos! É certo que quem corre por gosto... mas esta é uma maratona que serve especialmente os senhores da televisão!



20 comentários:

Joana disse...

Sim, este é daqueles programas que servem para dar audiências. Porque tendo em conta as outras temporadas, nenhum deles conseguiu ser ídolo músical. Com excepção da Floribela! lol

Beijocas

Maria João disse...

Fico sempre com a sensação que se transformam as pessoas em limões, espremendo-lhes o sumo até à última gota, casca inclusive, descartando-as depois, quando esgotadas foram, todas as possíbilidades de lucro.
É escravatura, como dizes! É a exploração dos sonhos e das vidas de tanta gente que ingenuamente ainda acredita que o mérito é o seu bem maior.

Excelente post!
Beijinhos

Sofá Amarelo disse...

Maria João,
o teu coment está ainda melhor que aquilo que eu escrevi - essa alusão ao limão espremido é exactamente a imagem mais perfeita do que eu penso ser este tipo de programas e a maneira como jogam com a vida das pessoas, neste caso dos mais novos. É claro que a maior parte das pessoas devem ter uma opinião diferente mas eu conheço um bocado os bastidores destas coisas e sei que é uma ditadura autêntica e uma grande pressão psicológica.

CarlaSofia disse...

Confessomque ainda não tinha pensado no programa dessa forma... é triste que se aproveitem dos sonhos dos jovens.
Bom resto da semana :)

São disse...

Estou totalmente de acordo...por essa razão não vi ainda um único programa , aliás como não vejo nenhum do género.
E as coisas pioram quando, como na TVI, envolvem crianças.
Pergunto(-me): no segundo caso , porque não actuam as autoridades competentes?
No primeiro, acho incrível como é possível alguém arrogar-se o direito achincalhar os pretendentes a "estrelas" e perturba-me que estes se sujeitem a tanta humilhação.

Peço desculpa pela extensão, que nem é habitual.

Bom dia.

Silvana Nunes .'. disse...

Você leu os meus pensamentos.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um BOM DIA !
Saudações Florestais !

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Afloras aspectos muito relevantes. É, de facto, uma outra forma de escravatura, embora escravatura de marketing consentido apenas porque ambas as partes têm interesse. A TV pelas audiências, e a quem vai pelo hipotético estrelato. tal como os antigos casamentos de conveniência. Sem tirar nem pôr.

Mas gosteim muito de te ver num registo mais aberto onde vais falando de ti pelas impressões das coisas :)

Abraço amigo

P.S. - NO teu comentário sobre o meu anterior post, quando digo Homem refiro-me ao género humano (subentende-se homem e mulher). Obrigado por apareces por lá :)

maria disse...

os jovens são literalmente triturados nessa máquina infernal que não se condoi de ninguém... e depois como aceitar que o "modelo" do programa importado lá de fóra é humilhar e reduzir públicamente os sonhos de alguém?
claro que ninguém os manda lá ir... mas então como ir atrás de um sonho?
maria de são pedro

Violeta disse...

quem corre por gosto... ou melhor quem se humilha por gosto...

Meg disse...

Tal como a São, não sou espectadora desse género de programas... não vi senão o primeiro desses Ídolos.
E sobre o que ouço, o que acho mais triste é o facto de terem as audiências que têm.
O que quer dizer que as pessoas não têm a mínima noção, nem preocupação com essa realidade.
Triste retrato de uma sociedade e duma engrenagem que tritura até a alma desses jovens.

Beijinho

Tozé Franco disse...

Ora aí está uma verdade. Excelente maneira de fazer progrmas sem pagar aos protagonistas.
Usar e deitar fora é o lema.
Um abraço.

Pedrasnuas disse...

DEVE SER POR ISSO QUE NÃO PERCO O MEU TEMPO A VER, NEM PRECIO....MAS ELES SÃO JOVENS IMBERBES...E QUEREM UM LUGAR AO SOL...SÓ QUE MUITAS DAS VEZES O SOL PASSA DEPRESSA E FICA APENAS A CHUVA E NÃO É DE ESTRELAS...

Rosa Carioca disse...

É verdade. E como se usa a manipulação para levar as pessoas a "escolherem" este ou aquele...
E como há habilidade para levar o barco para o porto que interessa...
Enfim...

(Obrigada pela visita ao meu "cantinho".)

Helena Paixão disse...

Isto só confirma a não evolução do ser humano, no sentido de humanidade. Desde tempos imemoriais que o circo é uma distracção que atrai multidões, só o tipo de circo vai mudando.

Bjs

Maria, Simplesmente disse...

Acho horrível o que se passa com estes programas, mas tu não vês que eles vivem num sonho?...
Tu já foste coerente nos teus sonhos?
Não tiveste já uma idade em que os sonhos valiam mais do que a realidade?
Sabes é preciso aprender e a vida é que os ensina.
Sá quando se desiludirem pisarão o chão da realidade.
São tristes estes programas!
Maria

Carlos Albuquerque disse...

A sociedade do espectáculo, no que ela tem de mais degradante!
A escravatura e a humilhação em nome de um sonho, como dizes. Certo!
A exploração das ânsias de afirmação dos jovens, perdidos no torvelinho dos caminhos por encontrar. Jovens a quem jurados, mais parecendo tacanhos e calhaus com olhos (gente frívola), humilham, despindo-os de toda a dignidade!
Confrange-me que familiares (pais incluídos), e amigos,subam também ao palco de tal alienação!
Só lá vai quem quer, é verdade. O que me dói é que sejam tantos a querer ir, e muitos mais a quererem ver. As audiências aí estão...
Ao contrário da sociedade de seres livres, que tantos desejamos, parece-me estarmos a caminhar para uma humanidade de marionetas!
Fico, triste, por aqui.
Um grande abraço!!!

Justine disse...

Eu a eles até compreendo - porque o sonho faz parte da vida de todo o ser humano, e mais intensamente quando se é jovem. Mas a exploração que se faz desses sonhos, isso eu considero indecende, inaceitável, odioso, porque tudo é feito apenas em nome do lucro. Assim vai o nosso mundo!

Samuel Patrão disse...

Só lá vai quem quer, e quem vai sabe as regras do programa. Além de que este não serve para garantir o estrelato a ninguém. O que garante é um pequeno prémio ao vencedor.
Depois não vejo qual é o mal em fazer críticas sinceras e sem rodeios a quem quer, se não vingar, pelo menos testar o seu próprio potencial. E mais, é uma maneira de os concorrentes verem este "sonho" em perspectiva e o avaliar como uma hipótese séria ou não.

hiltom disse...

Sinceramente acho que o futuro artístico é justamente o mesmo quer para os que ficam pelo caminho ou para quem vencer.
Em POrtugal sempre assim foi: muita parra e pouca uva. Só há audiências, polémicas que são alimentadas (basta ver as capas das revistas)acerca da sua vida familiar, amores e desamores, intrigas de bastidores. Enfim...todo um jogo de interesses por parte da imprensa que nada mais serve senão vender revistas ou aumentar audiências.
Finda esta maratona televisiva, nada mais resta. CReio que não há futuro para quem ganha. Mesmo os muito bons que antes passaram por algo do género......perderam-se todos.
Quando muito, emprego assegurado, só mesmo nalgum coro de um artista conhecido- na eventualidade de ele achar que o principiante a estrela da nossa canção tem algum mérito.
Entretanto, quantos jovens deixaram de estudar para seguir esse sonho?
Valeu a pena? Acho que não.

Je Vois la Vie en Vert disse...

O pior para eles é que depois de viver este lindo sonho (para eles) alimentado por interesses financeiros, acordam de repente e alguns não estão preparados para este acordar na vida real !

Beijinhos

Verdinha