segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

OSCARS ACADEMY AWARDS E OUTRAS COISAS QUE TAIS!

«Fiquei toda a noite acordado a ver a cerimónia dos Óscares na TV. De manhã tinha umas olheiras de todo o tamanho, fui exibi-las para a pastelaria e, entre meia de leite e uma torrada, falei em voz alta - para que toda a gente visse e ouvisse que eu percebo destas coisas - sobre os pormenores da cerimónia, as expectativas de uns, a vitória de outros... falei na Pénelope Cruz, do Óscar bem atribuído, do seu (dela) papel fantástico (ah, ainda tenho que ir ver o filme um dia destes!), da decepção que foi o Brad Pitt (eu disse «eu já sabia, tantas nomeaçoes para receber só 3 Óscares!»), as pessoas olharam para mim, anuíam no meu ar entendido porque olharam mais do que uma vez, depois faziam uma careta, não percebi bem porquê, mas também não faz mal, talvez tenham jeito para actores e actrizes... em seguida pedi um café e até entabulei conversa - ainda sobre os Óscares - com a empregada que estava dentro do balcão e... Santo Deus! Que ignorância, ela nem sabia quem era o realizador do «Quem quer ser bilionário»! Bom, na verdade eu também não sabia, aliás acho que de todos os filmes nomeados só vi um e adormeci a meio...»

Bom, na verdade não fui eu que fiz esta figura hoje de manhã, vi alguém fazer mas não importa! A minha relação com o cinema é um bocado mais discreta que aquilo que descrevi em cima! Os filmes para mim são como as canções: vejo e ouço um pouco de tudo mas só alguns me marcam verdadeiramente. E lembro-me de um filme italiano de há um bom par de anos que teve influência enorme na minha vida: era uma história entre um professor e uma aluna mas não me lembro do título; há outro filme (também italiano, por acaso!) - Cinema Paraíso - que devo ter visto mais de 20 vezes mas que me continua a fazer viajar sempre que o vejo, seja na TV ou no grande ecrã; e mais recentemente até houve um filme que fez com que a minha vida mudasse radicalmente no intervalo...

Sobre a maioria dos filmes lembro-me melhor dos realizadores que dos actores ou actrizes (talvez porque tivesse trabalhado 10 anos num sítio onde se catalogavam os filmes pelos nomes dos realizadores). Tenho pena que os cinemas francês e italiano tenham perdido o fulgor de outros tempos e há muito filme americano que nada tem a ver connosco mas que nos «obrigam» a ver porque a máquina de fazer filmes está lá na América. Sobre o cinema português continuo a achar que a maioria dos filmes dos últimos anos são uma aberração e uma perda de tempo. Para mim temos apenas um actor de enormíssimo nível: Nicolau Breyner! Quanto aos realizadores portugueses se um dia deixarem de gastar mais dinheiro em tabaco do que nos filmes, talvez eu comece a ir ver cinema português... e porque será que não se fazem uns remakes dos nossos filmes antigos... mas bem mais «actuais» que aquilo que nos impingem agora!

E viva o cinema! Mais do que a TV, o cinema fez e faz as pessoas sonharem e assim o mundo pula e avança... comparável ao cinema, só mesmo a internet! Bons filmes! Ah, para terminar, com estas coisas dos Óscares, fiquei a saber que a Penelope Cruz ainda não aprendeu a falar inglês... para mim foi a grande novidade de (mais) uma noite anunciada onde ganham sempre os mesmos!

9 comentários:

veritas disse...

estou com curiosidade de ver o filme mais oscarizado.

Bjs. boa semana.

Moura ao Luar disse...

Eu ando sempre atrasada com os filmes... não vou atrás da mediatização. Bijou

Maria, Simplesmente disse...

Ainda bem que viste alguma coisa da noite passada, sobre o "OSCAR" agora já não tanto de Holywood mas de Bolywood.
Ouvi hoje de manhã enquanto dormitava ainda que a festa foi de arromba, lembrando as antigas festas dos "Oscares", que foram decaindo ao mesmo tempo que a América decaia também.
A noite passada, segundo ouvi e garanto que já não estava a sonhar, a festa foi mais "fina" que nos anos passados.
Mas de qualquer maneira o que tu descreves acima, é vulgar, muito conhecido em alguns lugares públicos.
Mas eu quando estou bem disposta até fico a olhar... pasmada.
Bom dia de Carnaval e diverte-te.
Bj

elvira carvalho disse...

Em relação ao cinema estou completamente analfabeta. Acredita que não vou ao Cinema, desde O Sr. dos Anéis.
Um abraço e bom Carnaval

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei de ler.

eu estou com olheiras e nao vi népia.

beij

A Luz A Sombra disse...

Posso fazer-te uma pergunta?

Sabes qual é o cinema onde não se comam "pipocas"?
É que a minha alergia ás "pipocas" é de tal maneira que deixei de ir ao cinema quando a malta começou a fazer a "finura" de campionatos de pipocas durante a exibição dos filmes.
Assim perfiro vê-los em minha casa e tenho saudades de ver uma sala absorvida num filme, apreciando mais a arte e menos as "malditas pipocas".
Se souberes informa-me por favor.
Boa semana
Bj

escarlate.due disse...

os óscares (como muitos outros prémios) são um negócio do caraças

quanto ao tal sr... há quem não saiba o que fazer com a vida... lamentavelmente

Thunder disse...

Olá!
Por acaso vi a cerimónia da entrega dos óscares, mas porque gravei! lol

Gostei do espectáculo e do apresentador.

Quanto aos filmes, apesar de ver muitos americanos, também o cinema indiano me agrada. Gostei de ver "Um Casamento debaixo de chuva". E outros, cujos nomes não me lembro ;)

Há filmes que marcam muito.Tenho vários, mas gostaria de te recomendar (provavelmente já viste, pois não é tão recente assim!) o filme: I AM SAM com Sean Penn.

kiss

argumentonio disse...

também votei na bela e talentosa Penélope, Alex - neste caso, sou pela Cruz !

e também não vi o filme - desta leva de Óscares só vi dois e nem foi no cinema !!

agora os intervalos têm muito que lhes diga, yo - chegam a ser o melhor !!!

;->>>