segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

DEPOIS DO ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA AGORA O ENSAIO SOBRE A SURDEZ!

Alguém me sabe dizer assim de repente o nome de uma profissão com futuro? Há várias, eu sei! Pois, eu vou avançar com uma: otorrinolaringologista - pois é, palavrão de 22 letras que se ouvirá (quem conseguir ouvir!) muito nas próximas décadas!

E a culpa parece ser do MP3, esse formato de música inventado para tornar surdos os jovens filhos do Ocidente, os tais que ouvem música como quem «ouve» um martelo pneumático.

E como os nossos jovens são o futuro (onde é que já ouvi isto?), daqui a duas décadas as reuniões de administração das empresas serão feitas com certeza com tradutor de gestos. Se agora já ninguém se entende, imaginem daqui a uns anos!

E - de novo e (não se começam três parágrafos seguidos pela mesma expressão, mas agora já está, pronto, fica assim) - porque nos vamos nós preocupar se os próprios jovens MP3 respondem assim: «não me vou preocupar todos os dias só porque posso ficar surdo!» (ver reportagem). Sim, porquê ele se preocupar? Se calhar daqui a uns anos já nem haverão passarinhos para ouvir nem cascatas de água a correr... pois é, ponham esses MP3 no máximo, não se percebe nada da música mas não importa, quem é que quer saber da música, o máximo de ruído é que é bom e fixe! E quanto mais alto o volume mais namorados (as) se arranjam, por isso do que estão à espera???
Nota: a culpa não é obviamente do formato MP3 de música - como nos querem fazer crer (ouvir, por enquanto!) -, a culpa é dos aparelhos que reproduzem esse e outros formatos de música e em grande parte também do marketing e da falta de sensibilização dos jovens - e dos adultos - para este problema!

13 comentários:

**laura** disse...

É mesmo incrível. Eu não posso ter fones nos ouvidos, ao fim de um bocadinho magoam-me... e não suporto música (nem tv) muito alta (ok, excepcionalmente, com determinadas músicas dá mesmo vontade de subir o som, mas sempre a decibéis audíveis). Faz-me impressão passar por miúdos e eles estarem já a uns 10 metros e eu ainda ouvir o "tumtumtumtummtum" que sai dos fones! Talvez seja isso que estamos a criar - uma sociedade fechada em si mesma, de olhos no chão (ou no telemóvel) e ouvidos bem fechados para o que os rodeia... Assustador, não é? Preocupante...

Thunder disse...

Por acaso os miúdos(as) da minha escola andam todos com MP3 e MP4. Aos meus alunos alerto-os para o problema que o som elevado pode causar.Espero que me oiçam... já que eu não "grito" como os MP3!!!

Beijos.

Thunder disse...

Por acaso os miúdos(as) da minha escola andam todos com MP3 e MP4. Aos meus alunos alerto-os para o problema que o som elevado pode causar.Espero que me oiçam... já que eu não "grito" como os MP3!!!

Beijos.

mariam disse...

SofáAmarelo,

muito oportuna esta crónica! bem verdade tudo isso... por enquanto os meus filhotes usam moderadamente...


boa semana
um abraço e um sorriso :)
mariam

Teresa disse...

OBRIGADA Alex por não te teres esquecido ... amigo é amigo! ;-). Beijinho grande e o teu Blog está cada vez mais bonito

Maria, Simplesmente disse...

Acredita que o MP3 não deve fazer muito bem.
Mas um futuro de surdos, mais do que já existem é assustador.
Boa semana
Maria

Justine disse...

Também me impressionou essa reportagem! O teu texto é muito oportuno...

pin gente disse...

os meus não ouvem... salvo seja! não ouvem demasiado alto. pelo menos não em casa, embora eu esteja sempre a reclamar que para mim está alto demais (isto parece uma contradição, não é?).
.
.
.
e se eu fizer umas quadras sobre o assunto?
talvez ainda fosse a tempo e os mais pequenos me dessem ouvidos!
que te parece, sofá?


um beijo, por seres amarelo

pin gente disse...

para a bela avó amélia
deixo ficar um beijinho
ofereço-lhe uma camélia
e canto-lhe um chorinho

quantos anos tem, avó?
diga-me aqui ao ouvido
é tão bom não se estar só
e ter um neto tão querido.

bem fofinho e amarelo
convida-nos a sentar
o seu coração é belo
e a si a deve amar


parabéns para a tua avó
beijinho

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro amigo, muito oportuno o seu texto...
Um abraço

ematejoca disse...

Às vezes há vantagem de se ser surdo...

Parabéns à avó Amélia, que tem ar de quem ouve muito bem.
Mil cheirinhos de rosas amarelas -

ematejoca disse...

Há um prémio para ti no "ematejoca azul", que está à espera de ser trazido para aqui.

Até logo!

pin gente disse...

obrigada, querido sofá.
um abraço
luísa (pin)