sexta-feira, 18 de setembro de 2009

DESCOBRI QUE TAMBÉM DEVO TER OS MEUS TELEFONES SOB ESCUTA

Pensava eu que ter os telefones sob escuta era 'privilégio' das altas individualidades, como presidentes da República, ministros, presidentes de Câmaras, assessores de altos cargos políticos, etc. Mas, não, eu bem que andava desconfiado que os meus telefones estavam sob escuta... não sei porquê mas aquelas décimas de segundo em que nós atendemos o telefone e a pessoa do outro lado não diz nada, faz-me desconfiar: parece que ouço um clic como se alguém ligasse um gravador para ouvir as minhas conversas com outras pretensas pessoas. 

Há uns tempos deixei de perceber esse clic e pensei que os serviços de escuta tinham desistido. Realmente acho que ninguém deve estar interessado no tipo de conversas que tenho ao telefone. Não que tenha algo a esconder mas acho que a maior parte das conversas que faço ao telefone devem ser muito chatas para as outras pessoas, serviços de escuta incluídos. Senão, vejamos: são quase sempre outras pessoas que telefonam para mim e as mais das vezes é para venderem serviços, produtos, para que eu responda a sondagens e outros inquéritos, etc... coisas que - se já são chatas para mim - então para os outros devem ser super chatas.

Mas - e há sempre um mas - recentemente tive a certeza que realmente tenho pelo menos um telefone sob escuta: pois, foi chato descobrir isso, mas aconteceu. Parece que o telemóvel tocou e eu não ouvi... mas alguém ouviu, sim, alguém ouviu e ainda por cima me disse que ouviu, teve esse pormenor de me comunicar que ouviu, que escutou! Eu estava distraído e fui apanhado na verdade numa situação incómoda de não ter escutado o toque do telemóvel mas alguém o ter feito por mim. Fiquei preocupado com a situação, sim, algo preocupado, afinal posso não ver muito bem mas se há algo que eu pensava que tinha de bom era o ouvido... ah, mas descobri quem fez a escuta, foi ali apanhado mesmo em flagrante sem hipótese de se esconder ou defender: de qualquer maneira agradeço imenso à MINHA MÃE que escutou o meu telemóvel e mo trouxe até mim: é que a notícia que recebi era... FANTÁSTICA! Obrigado, MÃE, podes sempre escutar os meus telefones que eu não me importo!  

10 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Em tempos houve quem se interessasse por saber o que eu dizia, escrevia e lia, e até com que gente me dava!
De repente, a partir de uma certa madrugada, passei a respirar melhor. Ufa!!!
Agora são os pesquisadores de mercado, quase todos com sotaque brasileiro, que me seringam dia e noite a quererem saber tudo! Até já me perguntaram que número calçava!
Ultimamente uma coisa estranha está a acontecer: toca o telefone (móvel ou fixo), atendo e digo estou! Uma pausa e ouço, do outro lado, o clic do desligar do telefone!
Será que regressaram e querem saber se ainda estou vivo!?
Um forte abraço!!!
Em tempo: Grande mãe que leva o telemóvel ao filhote, com notícias fantásticas!

Com ou Sem conclusões disse...

ó meu deus! eehehehheu! e eu achando que seria ou outro mistério... Mas é a mãe! puxa, viva as mães!! beijos

Ana Sofia disse...

Olá!
Realmente começo a ficar com inveja, anda toda a gente a ser "escutada" pelo telefone, menos eu! Mas ultimamente o meu telemóvel anda a fazer uns barulhos estranhos! O que será?;)
beijos

Justine disse...

Quem tem uma mãe...:))

Ezul disse...

Eh,eh, grande sentido de humor! Mas, agora a sério, o que são os cliques e os apitos? É que me fazem perder a paciência...apesar de já conseguir "despachar", educadamente, os senhores dos colchões, dos prémios, etc,etc,etc.
:)

continuando assim... disse...

loooool


mãe é mãe!!

Vieira Calado disse...

Bom...

Vá lá...

Temi o pior!

abraço

argumentonio disse...

tranquilo, meu Caro, certa vez pareceu-me que dizia assim um inspector especializado em técnicas de escuta que não conheço de parte nenhuma e calhei a ouvir por acaso enquanto verificava acidentalmente o aspecto interno de um buraco de fechadura: o clic, cliquezinho que as pessoas às vezes ouvem, não é tecnologia nenhuma, é a gente a pôr mais uma moedinha porque o sistema ainda é o antigo...

mas olha, à cautela, quando tiveres uma "cacha" de algum ass(essor) não a guardes durante ano e meio pois a fonte pode desesperar...

este Cavaco sempre me saiu um grande sonso, ainda há dias fazia um número de 5ª categoria com piadas de mau gosto em casa dos ... jornalistas e agora destapam-lhe a careca e enterra-se até ao pescoço no seu próprio barrete

a cofiar a cabeça devem estar os seus eleitores... a menos que fosse mesmo isto que queriam em Belém... livra...!

e o jornal Público deve estar quase a começar a perceber que quem semeia ventos colhe tempestades, um dia descobrirá a falta que fazem os factos para o jornalismo e a edição de jornais

já o DN revela neste episódio como se pode espezinhar e desprezar o mínimo de ética, ao publicar conversas privadas entre 2 jornalistas da concorrência, enquanto conjecturavam "maldades" do foro da profissão, identificação de fontes junto com a água do banho

um pavor

Filoxera disse...

Assim, vale a pena ter escutas.
Beijos.

Papoila disse...

Ainda bem que a mãe é boa de ouvido ;)

Beijo Alex

BF