domingo, 27 de setembro de 2009

Sondagem do Sofá Amarelo: PS o mais votado mas PSD com mais deputados

Atenção: não se esqueça de levar uma caneta ou uma esferográfica para desenhar a cruzinha no boletim de voto por causa da Gripe A

É estranho mas pode acontecer e o próprio Método de Hondt (método de eleição de deputados à AR em Portugal) proporciona isso: o Partido mais votado numas eleições legislativas pode não ser o que elege mais deputados. E acho que é o que vai acontecer desta vez, onde os deputados eleitos pelos círculos da emigração vão ser decisivos. Eis a sondagem do Sofá Amarelo, baseada não no porta-a-porta mas no copo-a-copo. Sim, no copo-a-copo. Eu explico: o Ti Manél da Tasca percebe mais destas coisas de política do que a maioria dos políticos, então pago-lhe um copo ou dois e ele - com a sua intuição dos anos - diz como vai ser e raramente se engana (só acrescentei que a abstenção deverá situar-se entre 33%-36%):

PS - 34,5% a 36 % - de 93 a 98 deputados (121 em 2005)
PSD - 33,5% a 35% - de 94 a 99 deputados (75 em 2005)

BE - 9,0 a 10,5% - de 13 a 16 deputados (8 em 2005)

CDU - 7,2% a 8,4% - de 11 a 14 deputados (14 em 2005)

CDS/PP - 6,9% a 8,1% - de 9 a 12 deputados (12 em 2005)

MRPP - 0,8 a 1% - de 0 a 1 deputado (nenhum em 2005)

Com este cenário vai ser quase impossível formar um Governo consistente... mas a ver vamos (onde é que eu já ouvi isto?)

Votantes madrugadores numa
freguesia nos arredores de Lisboa

4 comentários:

Carlos Pires disse...

"e o pior que podia acontecer agora era Portugal ficar desgovernado"

Creio que o pior que podia acontecer era o PS voltar a ganhar. Um pouco de instabilidade política, embora não seja algo desejável, é melhor que isso.

cumprimentos

Ezul disse...

A única coisa consistente de que este país precisa é de uma verdadeira Democracia: com honestidade e justiça, entre outros valores que tanto têm faltado!

Ana Sofia Serrano disse...

Deve ser o que vai acontecer, a ver vamos!
Mas estar tanta gente a votar logo cedinhoé bom sinal!
Beijinhos

elvira carvalho disse...

Agora que já se sabe que o PS ganhou de novo, eu pelo menos não vou dar ouvidos a quem me disser mal do homem. Custa a crer que tenham levado quatro anos a falar mal dele e agora tenham ido votar nele outra vez. Parece que somos um país de sado-masoquistas.
Um abraço e uma boa semana