quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

A FOTO:
Gosto quando me olham nos olhos...




A HISTÓRIA
O Gesso da perna partida


Tinham combinado encontrar-se um pouco antes de almoço para tomarem um café. Como habitualmente ele estava atrasado, mas ainda assim ela esperou... e esperou... e esperou! Só que desta vez ele estava abusando, não só não aparecia como do telemóvel nem um som! Nem som de mensagem, nem som de telefonema! Ela começava a desesperar... mas nem lhe passava pela cabeça o que realmente tinha acontecido: ele teve um acidente de automóvel, o carro ficou feito num oito mas o mais grave para ele foi ter partido uma perna. Menos mal! Ela só soube quando ele já estava nas urgências do hospital, não lhe fora possível ligar antes...

Ao saber da notícia - e apesar de ele dizer que parecia ser apenas a perna partida - ela entrou em pânico! Estava sozinha no momento e a alguns quilómetros do hospital. Correu para o seu carro, tremendo tentou abrir a porta, sentou-se ao volante mas estava tão nervosa que não conseguiu arrancar. Teve receio de fazer a viagem tão agitada estava. Pegou no telemóvel e fez um telefonema para ver se conseguia uma boleia... mas a pessoa que a podia levar estava numa reunião e não chegaria nos minutos seguintes.

Ela correu pela rua abaixo com tanta velocidade que faria concorrência a qualquer atleta africano da maratona. Chegou à praça de táxis ofegante, negociou com as pessoas que estavam na fila à sua frente, conseguiu lugar no primeiro táxi e ofereceu uma gorjeta choruda ao taxista se este fizesse a viagem no mais curto espaço de tempo possível... a 200 à hora dali até ao hospital ela nem esperou pelo troco de uma nota pesada... correu para a porta das urgências, nem o segurança a conseguiu travar, em poucos segundos tinha uma série de gente a correr atrás dela...

... Mas ninguém a conseguiu alcançar. Ela descobriu onde ele estava, a perna já estava engessada, ele sorriu com algum esforço e muita dor, satisfeito por a ver ali tão depressa, ela puxou por uma caneta, ajoelhou-se, segurou-lhe a perna com firmeza, ele deu um grito e ela escreveu o seu nome no gesso... pois é, ela nem concebia sequer que não fosse a primeira pessoa a assinar o gesso da perna partida dele! Para ela tinha valido a pena toda aquela correria...

11 comentários:

Filoxera disse...

Mais uma história romântica.
Adoro a foto!
Beijos.

escarlate.due disse...

com um desfecho inesperado!
gosto de desfechos surpreendentes
:)

SimplesmenteAna disse...

Olá Alex :-)

Um Bom Ano 2009 cheio de Saúde e de Tudo o que te faça Sorrir! :-)

Humm... eu a pensar que a "menina" da história estava desejosa de dar um beijo (demasiado óbvio) e afinal queria a primazia na assinatura do gesso... enfim, prioridades. Ao menos poderia ter autografado o gesso com a marca dum beijo.

Bom fim-de-semana, que está quase ai.
Beijinhos :-)

LUA DE LOBOS disse...

conseguiste por-me a rir quando na realidade a vontade era nula :)
xi
vou voltar, olá se vou:)
maria de são pedro

Justine disse...

Suspense e ironia...e uns toques de ternura, que só ficam bem nuna estória assim:))
Tão bom quando nos olham nos olhos!

Alice Matos disse...

Que estória gostosa...
não mais que a foto...

Aqui deixo o meu carinho...

veritas disse...

Olá!

Votos de um excelente fim-de-semana.

BlueVelvet disse...

Eu a pensar que era para lhe dar um beijo e um carinho:)
Adorei a imagem. Como é possível que eles olhem assim e haja quem lhes dê um tiro nesse momento?
Beijinhos e bom fim-de-semana

Moura ao Luar disse...

Ahah o finaL foi inesperado!!

A Luz A Sombra disse...

Pobre rapaz!... Pobre perna!... O amor tem destas surpresas.
Vaidade de mulher...
A Luz A Sombra

mariam disse...

SofáAmarelo,

tenho aqui andado de baixo para cima, de cima para baixo... xiiiiiii ao tempo que não vinha... adorei as fotografias! esta estória é muito bonita e também aprecio um olhar franco ... olhos nos olhos!

sorrisos :)
mariam