domingo, 11 de janeiro de 2009

A HUMANIDADE TEM UMA VARINHA MÁGICA... BASTA SABER USÁ-LA DA MELHOR MANEIRA!

Os pais sentaram-se com a equipa médica e começaram por negociar:
- Doutor, que doenças então nos aconselha a modificar nos genes do nosso bebé?
- Bom - respondeu o médico presidente - podem sempre evitar que a criança venha ter sarampo, por exemplo!
- Oh, sarampo também não é grave! - exclamou o pai - e sempre dá para a criança ficar em casa uns dias se estiver na escola!
- Então, e que tal livrá-la de otites? - continuou um dos outros médicos - temos aqui um pacote bestial para eles nunca terem dores de ouvidos!
- Ora, otites dói muito, mas se tivermos cuidado podemos atenuá-las... - retorquiu a mãe - nós estávamos a pensar noutra coisa... não sei se percebem...
- Ah, já percebemos! - exclamou um dos médicos levantando-se - o que vocês querem é que o vosso bebé não tenha dor nenhuma... podemos tratar disso... temos aqui este pacote...
- Não, a dor é necessária para sabermos dar valor à «não dor»! - disse o pai - é que, sabem, nós na nossa família temos um antecedente de...
- Diga, diga, não hesite!
- ... Temos antecedentes de familiares com cancro da mama... e gostaríamos de saber que a nossa criança nunca viria a sofrer desse mal! - concluíu a mãe.
- Ah, já podiam ter dito! Os nossos cientistas descobriram exactamente a maneira de evitar isso... é só tirar o gene que pode dar origem a essa maleita! Simples, não é?
E todos viveram felizes por muito tempo... pelos vistos felizes para sempre!!!

Esta é uma história... mas a realidade está AQUI (clicar)

8 comentários:

Miguel Barroso disse...

A realidade realmente defenestra-nos...


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Moura ao Luar disse...

O futuro será quem tem dinheiro tem filhos para sempre saudáveis, e os menos afortunados continuarão na incógnita do futuro. Beijo

Menina do Rio disse...

A varinha mágica é pequena, Alex. Não alcança o mundo...
Ai que dera...

Um beijo

angel bar disse...

"Quando temos sede parece-nos que poderíamos beber todo um oceano: é a fé; e quando bebemos, bebemos um copo ou dois: é a ciência"
(Tchekhov , Anton)

Que pena ainda andarmos tantos copos atrás... Resta-os a fé e infelizmente a visão dos copos tirados para matar a sede a soldados em guerra...

Beijinhos

mulher disse...

Muita tinta irá correr sobre este tema.Filhos saudàveis todos nós queremos.

Ezul disse...

E ainda há tantas conquistas por fazer na área da saúde! Quem dera que todos tivessem direito à prevenção, a uma assistência gratuita e de qualidade, à cura definitiva de todas as doenças graves. E que bom seria se descobrissem uma vacina contra a intolerância!

Boa semana!

Maria, Simplesmente disse...

O meu comentário é sobre o frio e os jornalistas.
Realmente tens razão, o frio agora parece um grande acontecimento, porque não há notícias de relevo que não seja "guerra" e para este tema antes o frio.
No entanto também é um bem para os fotografos que até duma simples geada, fazem manchete, o que é mais agradável.
Mas a verdade é que o frio tem sido "valente".
Gosto do teu sofá, o meu é de outra cor, mas também forte.
Maria

t i a g o . disse...

Não sei mesmo como reagir. tens os seus prós, e os seus contras...

o que dizer? o que comentar? aceitar? não aceitar?

tiago