quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

A FOTO (in-discreta porque hoje é quarta-feira)


A HISTÓRIA


Se as aulas fossem ministradas nos centros comerciais o insucesso escolar seria muito menor. Mas, como - ainda - não são, os estudantes aproveitaram o dia de greve dos professores para invadir o centro comercial lá do sítio. Um grupo de miúdos negros fazia parte dos muitos jovens que deambulavam por ali, à mistura com algum frenesim.

De repente apareceu alguém a correr na direcção do grupo dos miúdos negros, enquanto gesticulava... era um dos seguranças do Centro! As pessoas que passavam começaram a comentar apontando na direcção do grupo: «Olha, já fizeram alguma! Esta malta nova não tem emenda!»

E o segurança gesticulou ainda mais. Depois apareceu um outro segurança que apontou para um dos miúdos do grupo e proferiu quaisquer palavras que soaram imperceptíveis, tal a confusão que já reinava naquela parte do Centro. Quando o primeiro segurança alcançou o grupo, elevou ainda mais a voz e perguntou: «Quem é o Miguel?»

Os miúdos demoraram a responder. Pensaram que aquela cor de pele não os fazia delinquentes! Mas à insistência do segurança, o Miguel - o mais pequeno do grupo - veio à frente e disse que era ele... Então, o segurança olhou para o colega, que entretanto chegara, disse «é este!», apontou para o miúdo franzino, deu dois passos na sua direcção, elevou um dos braços, esticou a mão... e exclamou: «Então, toma o teu cartão da escola! Deixaste-o cair ali atrás!»

13 comentários:

Sílvia disse...

Nem tudo o que parece é...

escarlate.due disse...

:) a melhor história sobre greve de professores que já li!! :P
e sim, li o texto até ao fim (como é meu hábito) e não, não me enganei a comentar!

flashes... disse...

Pos ás vezes acontece...e errar é humano .
Beijinhos amigo
Zita

Thunder disse...

Nem sempre os miúdos que andam em grande grupo fazem asneiras!


Kiss.

Justine disse...

Um mini-conto muito bem estruturado, de final inesperado(como se exige aos contos...) e feliz...

Lia disse...

Uma história que mais parece real.
Beijocas*

A Luz A Sombra disse...

Olá:
Estás na minha onda!
Não se deve acusar sem prova. Aqui até ficavam bem as minhas "cuscas" de "A Luz A Sombra".
Há boas histórias sobre o assunto!
E quem conta um conto acrescenta um ponto... e por vezes dá mesmo tragédia.
Mas olha que os "jornalistas" por vezes têm culpa.
Até eu tenho uma muito real e muito próxima bem interessante. Só não a conto porque a pessoa em questão... "matava-me"!
Este "matava-me" interpretado como deve ser não significa o que parece, mas sim uma coisa diferente.
Se ele me deixar ainda a conto daqui a uns anos. Fica à espera.
Desta até tenho todos os documentos que a comprovariam.
Curiosidade?...
Tenho a certeza que quase toda a gente leu a notícia. porque eu fui alertada por estar a ser comentada no café numa mesa ao meu lado, o que me fez dar um salto e consegui comprar o último jornal que estava à venda.
Bela história podes crer.
O comentário está longo não o publiques.
A Luz A Sombra

Maria Clarinda disse...

Maravilha....pois é é.....nem tudo o que parece é....
Jinhos muitos

Lia disse...

Olá,
passa no meu cantinho,tens lá um miminho!;0)
Beijocas*

tulipa disse...

Gosto de ler as tuas histórias, tens uma bela imaginação.

MUITO OBRIGADO pela divulgação da minha exposição de fotografia.
Quero ver-te cá na Moita, fica já assegurada a tua presença.

Beijokas.

angel bar disse...

Convite para Long Drink "Just The Way You Are" no Angel Bar. Monstros Electrónicos II, verídico...
Beijinhos

Pekenina disse...

Gostei do facto do miúdo não se ter escondido atrás dos amigos com medo do que lhe pudesse acontecer. Boa história :)

Moura ao Luar disse...

A discriminação parte deles próprios logo de pequenos... incutida pela família, que por sua vez é influenciada pela sociedade... quem nasceu primeiro?? a galinha ou ovo??