terça-feira, 15 de junho de 2010

A ANGÚSTIA DO GUARDA-REDES DEPOIS DE ABANDONADO... OU A HISTÓRIA DE QUIM, GUARDA-REDES DO BENFICA!

Não vou falar do jogo Portugal-Costa do Marfim que terminou empatado a zero. Para isso há muitos e bons especialistas. Vou falar de uma injustiça - na minha óptica - que se fez na convocação dos jogadores portugueses para o Mundial:
Quim é o guarda-redes principal do Benfica desde 2004, quando o clube de Lisboa o foi buscar a Braga. Esta época fez todos os jogos do campeonato, que o Benfica ganhou, e foi o guarda-redes que sofreu menos golos (a par de Eduardo, o actual titular da Selecção), mas por qualquer razão desconhecida não foi convocado por Carlos Queiroz para o Mundial da África do Sul, nem sequer como 3ª opção.
Sabe-se que o futebol não é pródigo em justiças mas a não convocação de Quim é por demais injusta. E isto dito por alguém que nem sequer é adepto do encarnado. Mas, aos 34 anos, e tendo em conta uma carreira segura, penso que Quim merecia estar ao lado daqueles que - ainda - correm para o título Mundial. 
Faz isto pensar que muitas vezes as pessoas são analisadas por um pequeno deslize que possam ter e não por toda uma vida correcta. Na profissão, como a nível pessoal. A falta de consideração de alguém com outro alguém é das maiores desilusões que se pode ter. No caso do Quim foi flagrante essa falta de consideração. Já havia acontecido o mesmo com Vítor Baía, no tempo de Scolari. Questiúnculas que penso que um dia atingirão quem as provoca: e embora não queira acreditar que haja um português satisfeito com o facto de Portugal não ter ganho à Costa do Marfim, acho que Quim até teria motivos para isso...

Já agora, porque será que se crucifixa um guarda-redes quando este deixa entrar um "frango" e não se critica o jogador que falha um golo diante de uma baliza escancarada? 
Eu só queria perceber...

6 comentários:

marta disse...

Não foi pelo Eduardo que se não ganhou o jogo, mas sim estou de acordo consigo.
Mas para mim, a mior injustiça ao nível dos guardaredes e que teve consequência para a selecção nacional, foram as várias vezes que Vitor Baía não foi convocado.

lino disse...

Eu não sei o porquê da ausência do Quim, que o seu clube entendeu que não lhe serve para mais nada. Mas quanto ao Baía, conheço os motivos do Scolari e concordo plenamente com ele. É que os jogos não se ganham com "veneno" no balneário.
Abraço

Joana disse...

Também acho que foi uma injustiça o Quim não ter ido à selecção, assim como o João Moutinho que fez todos os jogos da convocatória. Mas acho que o Quim não foi convocado para não causar destabilização no balneáreo, pois não seria titular.

Beijinhos

São disse...

Cá para mim, oxalá m´engane,cada vez estou mais convicta de que ficaremos pela fase de grupos.

Tudo de bom.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O scolari fez o mesmo a Vítor Baía que tinh sido considerado, um ano antes, o melhor guarda redes do mundo.

Maria, Simplesmente disse...

Queres perceber...?
Não queiras...!
Maria