quarta-feira, 20 de outubro de 2010

BOM, MAS NEM TUDO É MAU EM PORTUGAL...


... HÁ UM SECTOR ONDE PORTUGAL ESTÁ A SER PIONEIRO!

É o sector dos veículos eléctricos agora reforçado com o lançamento exclusivo em Portugal de um modelo totalmente movido a energia eléctrica por parte da Nissan.
O Meu Sofá Amarelo esteve no lançamento e falou com o Director da Agência de Energia de Portugal, Alexandre Fernandes, que - e depois de um test-drive - referiu ser uma experiência fantástica, que o carro é silencioso, tem uma excelente potência e um espaço de mala e para condutor e passageiros em tudo idêntico ou melhor que um carro normal.

Durante 3 semanas ali bem pertinho do Museu da Electricidade em Belém, Lisboa, qualquer um de nós pode fazer um test-drive e ficar a conhecer o futuro dos veículos eléctricos em Portugal já nos próximos anos. O preço deverá rondar os 40 mil euros, mas o Estado financia directamente a aquisição de cada veículo com 5 mil euros além de o isentar de impostos... Um dia todos os carros serão assim! Afinal, nem tudo está mal em Portugal: ah, e a Nissan apostou em Portugal porque este país à beira-mar adormecido é o campeão da Europa em condutor/quilometragem. Os portugueses fartam-se de andar de carro, por um lado porque as empresas mudam de local por dá cá aquela palha e por outro lado, não há quem prescinda de ir tomar um café a 100 metros... de carro! 


6 comentários:

Ana disse...

Olá!
Uma grande verdade, eu adoro andar a pé, fazem-me muita confusão as pessoas que andam de carro por tudo e por nada. Quando vivia na cidade usava sempre transportes públicos, e as cidades têm tantas alternativas as carros..
Beijinhos

Marta disse...

Como não sei guiar, vou obrigatoriamente a pé...
Gosto imenso de andar a pé...aprecia-se muito mais e enervamo-nos muito menos...
Beijos e abraços
Marta

BlueVelvet disse...

Ah muito tempo que não vinha aqui. Nem aqui nem a outro blog. Estive fora do ar 5 meses, mas é bom visitar os amigos e ainda por cima saber boas notícias.
Beijinhos Alexandre

lino disse...

Pena que a autonomia ainda seja pequena e a recarga demorada. Lá chegaremos ao tempo de uma autonomia de mil quilómetros ou até a uma recarga automática.
Abraço

Maria João disse...

Este é mais um dos hábitos que provavelmente, teremos de começar desde já a rever. ANDAR DE CARRO!
Sim, porque de agora em diante e cada vez mais, será um luxo.
Está bem que estes carrinhos são muito giros, amigos do ambiente e têm muitos outros predicados que farão dele, o futuro do automóvel.
Mas eu cá acho que daqui para a frente, muitos de nós só terão disponibilidade monetária mensal, para mudar as solas dos sapatos.

Um neijinho :)

Joana disse...

Na província quem não tem carro, tem dificuldade em se deslocar, pois os transportes públicos que existem são muito escassos.

Beijinhos