domingo, 3 de outubro de 2010

COIMBRA FOI ONTEM E HOJE A CAPITAL DE PORTUGAL...

O Povo agora já não está nos mercados de rua, nas feiras nem em Fátima. Para encontrar o Povo do séc. XXI é ir aos concertos de Verão... ou de Outono, como estes dos U2 em Coimbra.
Mega concertos fui a 2 nos últimos anos: Rammstein no Pavilhão Atlântico em 2006 e RollingStones no Estádio do Sporting em 17 de Julho de 2007. Em ambos os casos ofereceram-me os bilhetes, porque senão não teria ido com certeza. Embora geralmente eu vá aos concertos pela companhia e não tanto pelas bandas... se juntar as duas coisas tanto melhor, claro!

De Coimbra guardo só coisas boas: cidade mágica, este ano até me matriculei num mestrado, não sei em qual, também não interessa, depois de ver as mestrandas que vão ser minhas colegas, não hesitei pois... o saber ocupa lugar nas escadarias...


Coimbra é uma cidade muito multifacetada: tem multibanco, pobres em quem quase tropeçamos nas ruas e quem compre ouro e outras coisas que tais... e que aponte o dedo a quem nada tem...


Fui a Coimbra de propósito ao Mijacão mas afinal... estava 'encerado' para férias...


Assim, tive que passar pela Briosa e deleitar-me com um russo com muito creme de manteiga, hum, delícia... já não comia isto há montes de anos!


Dá gosto andar na Universidade. As vistas para o rio Mondego são fantásticas... bom, aqui e ali há umas antenas antigas à nossa frente mas nada que impeça a inspiração coimbrã...



10 comentários:

São disse...

Tenho pena de não ter pofido assistir ao espectáculo U2.

Até logo.

Anónimo disse...

Muito bom! por isso vou opinar; bom... as meninas não fazem de todo o meu "género" de género. O s pobres de facto cada vez são mais por todo o lado. O homem do ouro está muito bem apanhado mas do género pouco sedutor. O Mijacão nem sei o que é (que ignorância). Coimbra... Bom... Coimbra é sempre Coimbra. Mas o russo!!!! deus!!! o russo faz todo o meu género de doces. já não vejo um russo assim desde o antigo café central de Almada:
Play time

Joana disse...

Ai que nostalgia... eu andei na Universidade de Coimbra. Que belos anos lá passei...

Beijinhos

uminuto disse...

diria que Coimbra continua com encanto, e não só na hora da despedida
um beijo e boa semana

Marta disse...

Um texto interessante e que alerta para o contraste da vida....
Pena realmente as antenas antigas, pois a vista é uma maravilha...
Gostei imenso....
Beijos e abraços
Marta

hiltom disse...

Comem-se lá uns belos petiscos mas ao fim de semana está fechado. Mas bem perto há outros locais onde podemos fazer o gosto ao dente.
Concertos:
Já fui mais dessas andanças.Talvez pela idade. O conforto e a preguiça Também pendem para o meu lado na hora de não ir. E depois, palmilhar kms .Ficar em pé horas na fila para entrar já não saõ coisas para os meus ricos pés e pernas.
Mas quando era mais nova batia-os todos. E ainda hoje, se puder assistir a alguns, como os Xutos, por exemplo, também podem apanhar-me por lá.
boa semana

Ana disse...

Olá!
Obrigada pela visita fotográfica à minha Coimbra!
Beijinhos

lino disse...

E o Manel dos Ossos? É do melhor.
Abraço

Lia disse...

Foi bom demais!
Coimbra continua com a sua magia tão especial!;0)


Beijinho amigo*

dida disse...

Adoro este olhar de quem "vê".
Parabéns!