terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O DESEMPREGO SEGUNDO O SECRETÁRIO DE ESTADO DO (des)EMPREGO VALTER LEMOS

Secretário de Estado do (des)Emprego, Valter Lemos,
precisa abrir os olhos com certeza:
para ele está tudo bem em termos de emprego,
pois de Secretário de Estado da Educação
saltou para Secretário de Estado do Emprego.
Foto d' O Meu Sofá Amarelo.

O facto de o desemprego (clicar) ter crescido 3,3% num ano não é nada que tire o sono ao Secretário de Estado do Emprego, Valter Lemos, que se calhar daria melhor professor de matemática do que governante, tais as contas que ele engendrou para "provar" que a tendência dos números do desemprego estão a descer.
Esquece-se esse senhor que muitos dos inscritos nos Centros de Emprego ao terminarem (ou verem-lhes antecipado) o fim das prestações sociais, não voltam a preencher o papelinho que recebem a inquirir se querem continuar inscritos ou não. E não devolvem porque acham que não vale a pena, pois se no tempo todo em que estiveram inscritos o Estado não lhes arranjou trabalho, não é depois de terminar esse período que vai arranjar. E uns vivem de pequenos biscates, outros vivem do "apoio social da família", outros vivem do nada,e outros não vivem mesmo porque os suicídios por falta de emprego estão a acontecer... embora os governantes não vejam nada, até porque os responsáveis são especialistas em fechar os olhos. Mas a greve - ou muitas greves e muitos protestos - espreitam ali ao lado. E a Tunísia não fica assim tão longe...

10 comentários:

JPG disse...

Palavras para quê?

É um boy português!

Abraço.

Diário de um Anjo disse...

Os números não são reais. Concordo contigo, contudo acho também que muito boa gente que ainda recebe o subsidio se sentou a sombra da bananeira. Quando estive desempregada a maioria das pessoas que eu conheci nas reuniões do centro de emprego não queria voltar a trabalhar enquanto durasse o subsidio. Ainda ontem assisti na campanha do Cavaco uma mulher que dizia estar desempregada a 10 anos e ainda nova. Por favor, à 10 anos ainda não havia crise!!! Eu acho que além da situação do país existe uma questão cultural diferente de muitos paises em que estar desempregado é motivo de vergonha. Aqui o desemprego é visto, em muitos casos como motivo de férias.
Conheço muita gente assim...
bjs

Joana disse...

Eu também acho que esses números não são reais. Pois todos os desempregados que estão a fazer cursos de formação ou cursos de especialização ministrados pelo centro de emprego, não contam para esses números.

Beijinhos

argumentonio disse...

concordo que muitos responsáveis se perdem demasiado a "gerir" números em vez de abrirem os olhos para a realidade das pessoas que deviam governar

no entanto, os malabarismos estatísticos servem apenas a retórica entre políticos pois nunca ninguém começou ou deixou de trabalhar por causa da suposta evolução dos índices cozinhados com ingredientes inacessíveis à generalidade da população

e, como este oportuno post, são bem vindos todos os apelos à atenção dos responsáveis para os dramas relacionados com a precariedade dos empregos e a forma como todos estamos sujeitos a ter que lidar com essa difícil realidade, nem sempre com o enquadramento e os apoios adequados e, sobretudo, com a possibilidade de esperança

mas a complexa situação na Tunísia é muito diferente da que hoje se vive em Portugal

a Tunísia deixou-se colonizar por si própria e, apesar da demonstração de vitalidade popular no derrube do regime, tem que enfrentar o íngreme caminho da revitalização da sua economia, das suas instituições democráticas e, sobretudo, os perigos da tentação islamista

oxalá encontrem alternativa de governo a breve trecho para reposição da paz social necessária para mover o arado do desenvolvimento económico e social

lino disse...

O homem serve para tudo, menos para fazer bem alguma coisa.
Abraço

O Puma disse...

Eles não sabem

nem sonham

Marta disse...

Sim, quem os ouvir falar, parece que a vida é um mar de rosas....
Enfim....todos temos que mudar....
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Luís Coelho disse...

Andaram todos na mesma escola.
A verdade só se saberá quando eles forem todos oposição.

Fernando Santos (Chana) disse...

No mundo da hipocrisia....
Cumprprimentos

Ana disse...

Olá!
Ele tem o emprego e o tacho assegurado pode dormir descansado:)
Beijinhos