terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A PRIMEIRA PAPOILA JÁ CHEGOU...

A primeira já chegou
no dia 2 de Janeiro
o campo abriu vermelho
e apesar do nevoeiro
do verde se elevou
uma tímida papoila
de pétalas muito suaves.
Tinha aspecto frágil,
ao seu redor olhou
e não vendo outra irmã
a sua cabeça baixou
talvez por ser manhã
a as gotas de orvalho
brincarem por ali
ela não se preocupou,
logo, logo, ali ao lado
outra papoila espreitou
e dentro em breve
muitas e muitas mais
o manto verde vão cobrir
e não há nada mais bonito
que ver pela madrugada
tal mar de papoilas
ondulando a sorrir
em Primavera antecipada!

rel=1&autoplay=1&rel=" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="390" height="270">

O álbum de Rodrigo Leão, "A Mãe" foi considerado
o 5º melhor a nível internacional em 2010

13 comentários:

Luís Coelho disse...

Que lindas papoilas.
Aqui no meu quintal só nascem urtigas e não há meio de acabar com elas.

Poema muito bonito.

Joana disse...

Este ano as papoilas começam a chegar bem cedo. :)

Adoro este albúm do Rodrigo leão e fico muito feliz que tenha tido essa distinção!

Beijinhos

Diário de um Anjo disse...

Já? Ainda não vi nenhuma....

Rosa Carioca disse...

Que sortudo, ser presenteado com tal novidade!
Lindo poema, obrigada pela partilha.

lino disse...

E as papoilas são daquelas do Afeganistão?
Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei.

bom ano de 2011 e um

beij

Marta disse...

Esta noite, não se vê nada...Está chuva, nevoeiro....Assustador....
Que chegue depressa a Primavera....
Suave o poema e a foto linda...
Beijos e abraços
Marta

Maria João disse...

E volta o ciclo... e é assim com todas as coisas!

Nem todos os olhos reparam, nem todos conseguem ver. É preciso olhar à volta com o coração para conseguir encontrar a primeira de muitas que aí virão!

Muito bonito, mesmo!!

Beijinho

argumentonio disse...

são papoilas saltitantes !

;_)))

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Isto fez-me lembrar o copo meio ou meio vazio, dependendo da perspetiva. DE facto, onde uns vêem tenebroso inverno, aqui consegue-se captar uma papila, e é aí que reside a diferença :)

Boa música de Rodrigo Leão.

Bom Ano

Mulher disse...

Õlá!
Boa tarde. Uma papoila solitária.Adoro o Rodrigo leão, sobretudo esta cançao.
Obrigada pela partilha.

CF disse...

Na minha infancia costumava fazer saias com as papoilas... se apertarmos as suas pétalas descaidas, estas ficam tal e qual uma saia de balão.. e o melhor é que não estraga a flor... Era uma imagem interessante o meu campo de papoilas com saias de balão vermelhas...as memórias que vamos buscar!

Abraço

Filoxera disse...

A inspiração está em alta!
Pode não ter chegado ainda a Primavera, mas em poesia tudo é possível...
Beijos.