segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

UMA MALA PODE SER SINÓNIMO DE PARTIDA... MAS TAMBÉM DE CHEGADA!

Uma mala deve ir cheia com os pedaços importantes da Vida...

... e uma mala deve ter sempre pelo menos um fecho...

... e obrigatoriamente uma mala deve ter uma pega...
só assim a viagem faz sentido!

10 comentários:

Diário de um Anjo disse...

Engraçado é a reacção das pessoas quando vêem alguém com uma mala: "está de chegada?" "vai partir?"

Justine disse...

Esta é seguramente uma mala de partida: as de chegada às vezes vêm sem pega, com fecho rebentado e sempre, sempre desarrumadas:))))

Joana disse...

Cada um de nós tem uma mala de viagem na qual vai guardando os acontecimentos de uma vida.

Beijinhos

uminuto disse...

gostei desta perspectiva do que pode ser uma mala
boa semana

lino disse...

Para viajar para os States ou vai sem ser fechada à chave ou corre o risco de ser arrombada.
Abraço

Marta disse...

Pode ser uma partida definitiva....
Cheia de sonhos ou objectivos bem delineados....
Mas que a Lua nos guie sempre....
Gostei....
Beijos e abraços
Marta

Ezul disse...

Ah, essas velhas malas!Tenho algumas dessas guardadas, tão diferentes das actuais, usadas quando as viagens tinham um sabor bem diferente...
Quantas histórias não poderia contar uma mala dessas!Há quem as use nos seus espectáculos pois elas, tal como os livros, guardam sonhos e tristezas, transportam tantos e tantos momentos importantes de muitas vidas.
:D

Maria João disse...

As malas sempre contaram histórias.
Umas, histórias alegres de vida e outras, retalhos e atalhos atribulados de quem sempre se procurou e sem nunca se ter encontrado.
Mas, para rir ou para chorar, uma mala deve ter um fecho, tal como tão bem disseste, para se abrir apenas quando se quer. E deve ter também uma pega, para se poder transportar.
Alguém alguma vez pensou, seguir em frente sem a sua história de vida levar.
Mas há um pormenor, que devemos ter sempre cuidado; que a nossa mala, nunca tenha o fundo rasgado. É que ás vezes, andamos tão distraídos e a viver com tanta sofreguidão, que pensando guardar na mala a história da nossa vida, a deixamos espalhada no chão e um dia, quando quisermos lembrar, o que lá deixámos guardado, encontramos a mala vazia sem nada para ser recordado.

Um abraço amigo

Ana disse...

Tenho uma mala muito parecida que era do meu avô!

Je Vois la Vie en Vert disse...

Por mim, esta mala é uma mala de chegada de lembranças e de partida da pessoa que a possuía. Esta mala é muito antiga, deve estar cheias de história e não pode de maneira nenhuma ser entregue aos carregadores de malas que a estragavam num instante. Esta mala tem que ser carregada com muito amor e delicadeza porque juntamente com a música que tens neste momento no teu blog, sabe a romantismo.
Belo post, Sofá amigo !
Beijinhos
Verdinha