quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

COMO SE A PRIMAVERA VIESSE EM JANEIRO...

15 comentários:

Maria João disse...

Um poema doce, sereno. Tão doce e sereno quanto a inspiração primaveril e os campos lilases. Nele, consigo sentir o cheiro a alfazema.. sensação de uma terna harmonia.
Muitos, muitos parabéns. Gosto muito de ler-te em poesia!

Um beijinho

Violeta disse...

Não há nada melhor do que estarmos juntos de quem amamos.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Mas que lindo ! Este azul todo alegrou-me até me dar uma impressão de perfume à alfazema.

Beijinhos

Verdinha

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Olha viste!| Um daqueles poemas que cativam pela singeleza e simplicidade, transparentes e com um cheiro a flor do campo. Sem palavras estranhas ou enigmas poeticos, eis um belíssimo poema que nao é nada vulgaer: antes, singelo. parabéns :)

abraço

Graça disse...

"É bom estarmos os dois!"______ simplesmente. Bonito.


Um beijo meu.

Mulher disse...

Muito inspirado!
Bonito!
Bjinho.

Filoxera disse...

Lindo, tanto nas palavras como na conjugação com a imagem.
Beijos.

Joana disse...

O amor anda no ar...

Beijocas

uminuto disse...

é bom o amor desenhado em lilás com aroma de alfazema e polvilhado em ouro do sol
um beijo

TristãoeIsolda disse...

E tudo é tão simples e belo quando nos sentimos bem.

Abraços nossos


(Tristão e Isolda)

Meg disse...

Quanto mais simples mais belas, as palavras!
Como este poema.

Bom fim de semana-
Um beijo

lino disse...

A beleza da simplicidade.
Abraço

Marta disse...

Gostei...
Um poema simples e cheio de cheiros..
Lindo..
Beijos e abraços
Marta

Maria Valadas disse...

Poema lavrado a alfazema e transpirando o amor.
A imagem é belíssima.. faz-me lembrar o meu Alentejo em plena Primevera.
Lindo!

Bom fim de semana com saúde e paz.

Beijo meu.

Maria

Justine disse...

"...Je vois la vie en rose..."! A subsversão do tempo pelos afectos, que é aquilo que mais conta neste mundo. E dito, por palavras e imagens, de uma maneira muito poética!