quarta-feira, 3 de novembro de 2010

CONTORNOS EM CONTRALUZ PROJECTADOS


Há contornos de luz
Em contraluz desenhados
São os contornos de adornos
À média luz projectados
Fios de linhas confusas
Contornos de vários traços
Figuras de almas difusas
Feitos a tons de compassos
São os contornos da Vida
Quantas vezes delineada
Outras tantas aferida
Pelos contornos de luz
Em contraluz projectada!

(Foto obtida no desfile de moda dos alunos da Escola Majestic de Lisboa)

13 comentários:

Luís Coelho disse...

Não entendi.
Será que dá para dizer mais qualquer coisita...?

Joana disse...

Nesses contornos de luz encontra-se a nossa luz. :)

Beijinhos

argumentonio disse...

sublime, a foto!

mais do que um contorno, faz transparecer a alma !!

;_)))

Fernando disse...

Não conhecia a tua veia poética! Excelente. Uma boa semana

lino disse...

Estamos quase todos em contraluz.
Abraço

Lia disse...

A luz / contraluz - possui uma função como que plástica, que quase sempre determina a qualidade da fotografia - parabéns pela foto !
Ficou perfeita!
gosto muito dessa música (tenho-a num post no meu blogue)

Maria João disse...

Há sempre um contorno de luz, na contraluz projectada. Como a aura da alma, desse modo delineada. E é sempre assim, no compasso descompassado dos dias, por entre todos os traços que podem parecer difusos de confusos. Se repararmos bem e sentirmos com atenção, existe sempre um contorno de luz na suposta escuridão.

Acho que já te disse um dia, que és tão bom poeta quanto fotógrafo. Mas tu ainda não tens consciência disso....

Beijinhos

Marta disse...

Ás vezes, não sabemos se devemos estar na luz ou na sombra...
Uma beleza de foto e o teu poema ilumina a alma....
Beijos e abraços
Marta

Justine disse...

Gostei muito do jogo de palavras, e do ritmo interno de todo o poema!

Justine disse...

[E fica prometido que, quando para o ano o meu jovem diospireiro der frutos, tu serás um dos felizes "provadores":)))))]

Ana disse...

E não há nada que retrate melhor a luz e a contra-luz do que a fotografia!! nem as palavras, embora tenha gostado muito do poema.
beijinhos

Virgínia do Carmo disse...

Gostei imenso da cadência e do sentido do poema!

(muito bom conhecer esta tua faceta, já que - talvez culpa minha - é o primeiro poema teu que leio...)

Beijinhos

Paulo disse...

A foto tem o seu quê de algo mágico, adornado por fantástico poema onde as palavras conferem o encantamento á Luz captada pelo olhar atento :)

Abraço e óptima semana *_*