quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

COM CRIANÇAS ALEMÃS DESCOBRI O VERDADEIRO ESPÍRITO DE NATAL

Descobri o verdadeiro espírito de Natal através de uma história que uma amiga minha me acabou de contar: o filho recebeu por correio um pacote de uns amigos alemães que conheceu este Verão durante as férias. Esse pacote não continha um único objecto de compra, mas sim bolinhos feitos pelas crianças, uma ovelha de lã, uma vela artesanal, objectos de gesso, velinhas implantadas em cascas de noz, estrelinhas recortadas em papel e um postal escrito à mão explicando como foram feitos esses objectos... e não faltou sequer um guardanapo de papel desenhado com símbolos alusivos à quadra. E ainda com o pormenor que tudo isso chegou bem antes do Natal. O filho da minha amiga abriu o pacote ainda nos correios e regozijou com os presentes... para grande espanto das pessoas que lá se encontravam pois para o português normal aquilo 'não eram presentes'!
Este tinha que ser o meu post de Natal, 
em especial depois de ter ido para o Continente às 8 h da manhã e ter voltado para trás, tal a multidão que se apinhava à entrada. 
Tenho que agradecer às crianças de 4, 5 e 8 anos que me deram talvez a melhor lição de Vida: agora não tenho dúvidas que o melhor da VIDA está nas coisas simples e pessoais... talvez isso também faça a diferença entre os países e os povos!

12 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Venho agradecer-te as palavras gentis deixadas no meu blog, e os votos de recuperação dos "assados" médicos em que ando metido.
Obrigado, bem hajas.
Quanto ao teu post de Natal, tens toda a razão no que dizes. Nada há como as coisas simples e pessoais, que nos libertam do consumismo selvagem que por aí lavra! Pena é que a Sociedade actual tenha deixado que lhe fechassem os olhos à chave, impedindo-a de ver o que deve ser visto. Contudo, a esperança não a deixo fugir. À medida que vejo os meus netos crescerem e serem como as crianças de que falas, mais ela se reforça.
Uma vez mais obrigado.
Hoje, e sempre, tudo de bom para ti.
Um grande abraço!!!

Liliana disse...

Bem verdade! Tudo depende da mentalidade que desenvolvemos. Se dependesse de mim, ninguém gastava dinheiro em prendas nesta época do ano... :) Beijo e bom Natal!

Helena Paixão disse...

Concordo contigo, oferecer presentes feitos por nós é do mais verdadeiro que pode existir. Significa que a pessoa para quem se faz o presente é de tal forma importante para nós que resolvemos dispor do nosso tempo para criar um presente personalizado e único, à "medida" da pessoa em questão!

Mais uma vez, votos de um Natal muito feliz!

Bjoquitas

SILÊNCIO CULPADO disse...

Que o espírito de Natal permaneça e se propague criando mais coesão social e fraternidades entre os povos.

Um abraço apertado e que o Natal te traga tudo o que desejares

GarçaReal disse...

Feliz Natal com desejos realizados.

Boas Festas

bjgrande do lago

▒▓█► JOTA ENE disse...

_________♥☆♥ To passando para desejar
________ ♥ ▓ ♥ FELIZ NATAL e
_______ ♥ ▓▓▓ ♥ óptimo ANO NOVO
______ ♥ ▓▓▓▓▓ ♥ Que nesse novo ano
_____ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓ ♥ possa vir
____ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ cheio de amor,
___ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ paz,
__ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ saúde
_ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ felicidade...
♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ Que consigas
___________███ ________ todos os teus sonhos
___________███ ________♥ ♥ FELIZ NATAL! ♥ ♥
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
•• E UM 2010 RECHEADO DE COISAS BOAS!!! ••



► JOTA ENE ◄

argumentonio disse...

verdade, Alex!

belísssimo post!!

só mesmo as crianças nos devolvem o espírito de verdadeira alegria a que chamamos Natal!!!

;_)))

continuando assim... disse...

obrigada !! e boas festas ...um excelente ano novo :)
bj
teresa

Pekenina disse...

Um grande beijinho e que o verdadeiro espírito Natalício esteja em ti todos os dias do ano :)

Beijinho com votos de um 2010 do melhor! ;)

Ezul disse...

E eu, que também compro as prendas, recordo as que fazia outrora e o fracasso de algumas tentativas para recuperar esse hábito. Falta sempre o tempo e encontra-se uma solução mais fácil. Mas, tal como Daniel Pennac referiu a propósito da leitura, precisaremos também de um “tempo roubado” para dedicar às coisas simples e genuínas. Fica registado na agenda do Novo Ano!
:)

Bichodeconta disse...

Também é meu hábito fazer os meus presentes de Natal,e são os que mais gosto.PARA OS CRECIDOS, HÁ AGORA AS LOJAS GOURMET COM PRODUTOS DE MUITO BOA QUALIDADE, UM VINHO, QUEIJOS, REBUÇADOS DE FUNCHOE OUTRAS IGUARIAS DE QUE TODOS GOSTAMOS.É um presente acessível, e que se come ou bebe e não um caco pra ficar em casa. aS COISAS SIMPLES E BOAS DA VIDA SÃO DE FACTO AS MELHORES. BJS

Maria, Simplesmente disse...

Deixa-me dizer~te que conheço os dois Natais: português e alemão.
Gosto mais do português, mas não deate de agora.
Tenho saudades do Natal de tempos idos, em que tudo era feito na nossa casa, desde os doces, que ofereciamos aos amigos em frasquinhos enfeitados por nós, até à limpeza do sapatinho colocado em cima do fogão, onde o Menino Jesus que descia pela chaminé, iria colocar os presentes que só seriam vistos na manhã do dia de Natal.
Este Natal só já me diz alguma coisa pela presença, junto de mim, daqueles de quem gosto.
Só por isso é que sinto um pouco do espírito de Natal.
Tudo muda e os sentimentos guardam-se, porque nada é já o mesmo. Eu ainda tenho sorte.
Beijos e um Bom Ano para ti Alex.
Maria