quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

NO DIA DO COMBATE À CORRUPÇÃO, IRONICAMENTE É A ECONOMIA PARALELA QUE PODE ATENUAR A CRISE EM PORTUGAL!


"Se a economia paralela pagasse impostos não teria sido preciso recorrer às medidas de austeridade que vão entrar em vigor em Janeiro próximo", dizem os 'entendidos' nestas coisas. E eu digo tretas! As coisas não são assim tão lineares e se o montante desses impostos tivesse entrado na máquina devoradora do Estado já teriam sido absorvidos em quaisquer despesas megalómanas, disso não tenhamos dúvidas. Por outro lado, se muita dessa economia paralela pagasse impostos, simplesmente não existiria, porque muitas empresas aguentam-se porque... fogem aos impostos!

Apesar de tudo - e depois das "provas" que políticos e gestores nos têm dado nas últimas décadas - não sei se confio mais num pequeno empresário que ainda assim dá emprego a algumas pessoas, mesmo com alguns subterfúgios pelo meio, que num Estado que não se sabe gerir a si próprio... ou melhor, se calhar até sabe: quem está agarrado ao Poder sabe gerir muitooo bemmm... os seus próprios interesses!

Por isso, e nos próximos tempos, é a economia paralela que vai manter Portugal a funcionar: o estúpido Estado nada vai lucrar com a subida dos impostos pois mais pessoas inventarão maneira de lhes fugir, mais desempregados haverão - portanto, menos contribuições entrarão - e mais caos social e miséria se instalarão! A economia paralela, que agora se prevê ser de 24%, poderá chegar aos 30% dentro de 2 ou 3 anos! Para ver, resta... esperar!


7 comentários:

tulipa disse...

HOJE trago belas flores que captei em Zagreb, no Mercado das Flores...para tentar combater a melancolia que me invadiu...
Depois de 5 dias ausente, numa tentativa quase falhada de fazer umas férias a meu gosto, apenas posso dizer que não me recordo de ter apanhado tanta chuva por m2, em toda a minha vida. Foi demais!!!

É isso que sinto: vou perdendo a minha resistência!!!

AMIGO
já tinha saudades de te visitar.
Beijos.

Filoxera disse...

Este post lembra-me um email que recebi há bocado...
Depois reenvio. Agora, vou procurar o dia de amanhã.
Beijos.

Anónimo disse...

Olá sofá,
juro que pensei que as fotos fossem do "Tridente" e do "arpão" os dois submarinos que o PP comprou com o nosso dinheiro, ( para dar um empurrãozinho ao defice, mais ou menos mil milhões de euros), depois pensei que fosse uma das fotos das 61.000 fotocopias que o PP levou para casa... mas não!!! é apenas um barco de "pernas" para o ar
Enganei-me!? :)
Play Time

argumentonio disse...

curiosamente, uma das causas apontadas para a antecipação do deflagrar da crise na Grécia foi precisamente a sobre-estimativa da economia paralela, afinal menos vigorosa que o esperado

tal pode suceder também entre nós

no entanto, convém clarificar que a economia paralela não é só a que resulta da fuga de muitos empresários ao pagamento de impostos que sobrecarregam quem não lhes pode fugir - é também paralela a economia que resulta do crime e da pura informalidade, universos de âmbito, conteúdo e consequências diversas da mera (!?) questão fiscal


5 estrelas para a "Trova..."

dida disse...

Um país que se afunda e vai perdendo a dignidade atolhado em compadrios e corrupção.
Não é bonito de dizer e sentir.

Abraço

Joana disse...

"Quem está agarrado ao Poder sabe gerir muitooo bemmm... os seus próprios interesses!" Não podia estar mais de acordo. É por isso que o país está como está!

Beijinhos

lino disse...

Há os corruptos e os currotos. Entre uns e outros, prefiro os primeiros.
Abraço