terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O EURO PODE ACABAR... E MAIS CEDO DO QUE SE JULGA!


Euro meu, Euro meu
mas afinal o que é que te deu?
agora que me estava a habituar
é que tu ameaças acabar
que grande chatice oh Euro
eras igual em todo o lado
na França, Chipre, Alemanha,
Luxemburgo e Finlândia,
Bélgica, Itália, Espanha,
Áustria, Malta e Eslovénia,
Portugal e Irlanda,
Grécia e Eslováquia,
Países Baixos / Holanda,
eras a moeda comum
mas no futuro não se sabe
isto não tem jeito nenhum
perdes terreno face ao dólar
que vem lá das Américas
oh euro que estás quase mudo
mas nem tudo é mau assim
porque apesar de tudo
eu nunca deixei enfim
de raciocinar em escudo!


4 comentários:

Joana disse...

Se neste momento tivessemos que voltar para o escudo andava "às aranhas". Eu que nem gosto de aranhas...

Beijinhos

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Pois, de facto, será que voltamos ao escudo??? Mas que temos a mente trabalhada para o escudo, é uma verdade :)

Se nao passar aqui antes (independentemente de comentar ou nao) aproveito para desejar um Feliz Ano Novo :)

E porque nao criar o SOfa Amareo no facebook?

Um abraço

Luís Coelho disse...

"O que nasce torto, tarde ou nunca se endireita" diz o povo.
Tal como estas coisas maiores decididas por cranianos políticos espertos para si e seus comparsas.

Vivemos num mundo de mudança. Só não mudam esses cranianos estúpidos com politicas desastrosas onde só se vêem a eles e aos seus compinchas....

Que os homens se preocupem em dar ao mundo filhos mais sábios, educados, justos e sobretudo mais humanos.

Que deixem de querer apenas um mundo melhor para os seus filhos.

tulipa disse...

Muitos dos bloggers onde passei e disse que não tinha espírito de Natal não gostaram e mandaram a sua piada; falta Luz dentro de mim, etc. e tal.
Só te conto um pedacinho da minha história e depois vê a tal Luz que querem que eu tenha cá dentro:

No Governo Sócrates e Companhia tudo de mal bate à minha porta. Daí que eu vá para sempre recordar de forma muito negativa esta governação, mas...aqueles que lá o colocaram façam-no outra vez; os meus votos é que tudo de MUITO MAU bata à porta de todos os que lá o puseram a governar, assim como tem acontecido comigo.

Em 2009 bateu à minha porta o DESEMPREGO;
agora a partir de 1 de Janeiro próximo, o meu Lar fará parte dos que vão colocar a corda ao pescoço.
Como funcionária pública vou abdicar alegremente de tudo o que eles mais quiserem, como tem acontecido ao longo deste mandato;
O outro elemento do Lar, como desempregado que recebe subsídio superior a 485 euros vai ter que pagar as taxas moderadoras, pois além de todas essas desgraças também bateu à nossa porta, um cancro - melanoma e...HAJA ALEGRIA, enquanto a maioria gasta os milhões que lhes dão em iates, vivendas aqui e ali, carros topo de gama e viagens mensais para ir a Paris ou Milão assistir às novas tendências da moda.

Com as últimas notícias deste governo:
Ficamos todos muito bem esclarecidos e felizes da vida!